Esta candidata às autárquicas tem literalmente muita lata

A campanha eleitoral não tem de ser sempre aborrecida. Luísa Salgueiro (PS) aposta nas empresas de Matosinhos com o projeto “We Can”. E para isso utilizou uma lata de conservas.
créditos: DR

A candidata do PS à Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Salgueiro, apoia o projeto "We Can" ("Nós podemos", em tradução livre do inglês), lançado com o objetivo de criar e facilitar o crescimento de empresas no concelho. E para chamar a atenção para o seu projeto utilizou uma lata de conservas ("can" em inglês remete para o verbo "poder", mas também significa "lata").

Esta candidata às autárquicas tem literalmente muita lata

A sua ideia passa por reforçar o apoio a empresas novas ou já existentes, com o objetivo de tornar o concelho de Matosinhos mais competitivo através da atração de investimento, criação de emprego e fixação de recursos humanos qualificados.

Para ela, a aposta em espaços de co-working, pré-aceleração, aceleração e incubação é uma forma de atrair e fixar empresas de várias áreas, incluindo a área tecnológica.

Matosinhos e a sua ligação às conservas

"O projeto combina o respeito pelo património histórico de Matosinhos, valorizando o capital já instalado no concelho, ao mesmo tempo que olha para o futuro, com a aposta no empreendedorismo e numa rede de incubadoras que vão ajudar a captar investimento e a fixar a população jovem. Estes são pontos fulcrais nesta candidatura", afirma Luísa Salgueiro.

Dividido em cinco iniciativas, inspiradas na tradição da indústria conserveira em Matosinhos, o projeto “We Can” irá apoiar empresas nas diferentes fases de desenvolvimento dos seus projetos e negócios.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários