Atitude certa depois dos 30

Muitas mulheres questionam-se, à medida que a idade vai passando, sobre a sua profissão, o seu corpo e os seus sonhos

Passar a barreira dos 30 pode ser um trauma para muitas mulheres, especialmente aquelas que não se sentem realizadas e que continuam a cultivar um sonho escondido por receio de mudar ou por falta de opção financeira para dar esse grande passo.

Na realidade e junto de trintonas a quem auscultámos a opinião, verificámos a existência de duas vertentes: as que têm até 35 anos e as que já atravessaram essa faixa.

As primeiras não sentem o tempo a voar como acontece nas segundas que acabam por querer mudar de vida e fazer tudo aquilo a que se comprometeram na infância e adolescência.

A aproximação da menopausa, os alertas por causa da gravidez tardia, as ofertas de emprego só até aos 30, tudo parece unir-se para que a cabeça da mulher dê um clique e passe a reflectir mais sobre a sua existência.

Psicólogos e sociólogos já estudaram o efeito dos 30 no sexo feminino e a conclusão é que os 40 são os nossos 30, por isso, nada de medos.

Se sente que tem de mudar de vida, assuma uma atitude vencedora e siga em frente.

artigo do parceiro: Nilza Rodrigues

Comentários