Artista paquistanesa sobrepõe imagens para criar realidades alternativas

Dentista de formação, esta criativa, que reside em Islamabad, tornou-se conhecida pelos seus trabalhos espetaculares e, por vezes, controversos que partilha com os que a seguem nas redes sociais.

Com mais de 200.000 seguidores no Instagram, a paquistanesa Sara Shakeel trocou a carreira de médica dentista pela de artista plástica. O acaso e uma depressão que a deixou numa profunda tristeza foram o ponto de partida para que procurasse uma saída criativa para a sua vida. Depois de dominar o software de edição de imagem Adobe Photoshop, nunca mais parou de criar.

As suas despretenciosas colagens artísticas rapidamente a converteram numa esteta polémica com algumas das suas criações de cariz político a gerar grande controvérsia, dentro e fora do país. Nos últimos tempos, Sara Shakeel tem utilizado a sua arte para reinterpretar e devolver a dignidade ao corpo feminino nas redes sociais, valorizando a condição da mulher.

A artista usa as suas criações para, por exemplo, transformar os inestéticos sulcos da pele, marcas com as quais convive diariamente, em imagens de invulgar beleza. «Ser uma artista no Paquistão e falar de estrias ou fazer arte a partir dessas imperfeições não é algo que seja muito comum», confessou Sara Shakeel em entrevista à edição norte-americana da revista Cosmopolitan.

Texto: Eva Falcão

artigo do parceiro:

Comentários