Sou reformado e agora?

Com o envelhecimento populacional que temos vindo assistir é cada vez mais comum indivíduos activos profissionalmente e com capacidade, se reformarem.

Apesar de a reforma ser aos 65 anos em Portugal, muitos pessoas com a referida idade ainda estão aptos para continuarem o seu percurso profissional.

Porém, dentro destas circunstancias a entrada para a reforma pode não ser encarada da melhor forma, uma vez que pode ser considerada como uma despedida de uma fase de vida activa.

Estudos demonstram que as mulheres encaram de forma mais positiva a entrada para a reforma ao invés dos homens. Encarar de forma positiva todo o tempo livre que possam a ter, não é encarado por todos da igual forma, porém é deixado de seguida alguns tópicos para aproveitar ao máximo a sua reforma.

1) Invista no negócio que sempre sonhou: toda a vida teve um sonho de investir no seu próprio projecto, pois bem, chegou altura.

2) Cursos: faça um curso que lhe chame atenção, mesmo não sendo da sua área laboral. Cursos de um mês, um ano, ou até quem sabe um curso universitário!

3) Voluntariado: faça voluntariado, num hospital, num infantário ou numa instituição social. O voluntariado dá a facilidade de ocupar o tempo disponível que tem ajudar o próximo. Torna-se bastante gratificante. Informe-se com a sua camara municipal, junta de freguesia ou até mesmo o pároco da sua freguesia.

4) Jardinagem/ artes decorativas: aproveite o seu tempo ócio para fazer jardinagem, pintar um quadro, fazer barro e artesanato.

5) Escreva um livro: conte a sua história de vida através de um livro. Escreva um romance ou até mesmo uma história de ficção.

6) Mantenha-se saudável fazendo exercício físico e optando por uma alimentação saudável. Fale com um gerontólogo e peça conselhos de exercícios físicos e alimentação cuidada.

7) Viagem: vá conhecer aqueles locais que sempre desejou conhecer e vá novamente aos locais que sempre gostou.

8) Aproveite esta fase e passe tempo com os seus netos e filhos: vá à praia com eles, montanha, circo, jardim zoológico, cinema, entre outros.

Encare a reforma como uma nova fase da sua vida que vai viver ativa e intensivamente.

Patrícia Ferreira, Gerontóloga

Comentários