Sete dicas para não ter contas em atraso

Saiba como conseguir ter o pagamento das suas despesas sempre em dia.

Segundo um estudo da Intrum Justitia, divulgado esta semana, a maioria dos portugueses consegue pagar as contas a tempo mas 39% dos inquiridos revelou que fica sem dinheiro para outros gastos e 38% assume ainda que tem grande dificuldade em pagar as contas do mês. Apesar de gastarem menos em saídas ou em roupa, a grande maioria prefere pagar a hipoteca da casa, os impostos e os seguros a tempo deixando para mais tarde as contas do telemóvel e televisão. Para que não tenha dificuldades em pagar as suas contas e desenvolver problemas de endividamento, existem alguns conselhos que pode seguir para conseguir pagar as suas despesas a tempo e conseguir poupar.

1. Faça uma lista:

Seja num caderno, numa folha de papel ou no próprio Excel o que interessa é que tenha apontado todas as suas contas a pagar: água, luz, seguros, televisão, etc. Divida a lista em colunas, de acordo com categorias e tipos de pagamento. Assim, pode ter as suas contas organizadas por pagamentos semanais, mensais ou anuais e consegue pôr a sua carteira em ordem.

2. Faça as contas:

Tendo em conta o seu ordenado disponível faça as contas e some quanto dinheiro gasta nas suas despesas. Assim que tiver o seu rendimento mensal disponível coloque o dinheiro que sabe que vai gastar em despesas de parte. Poderá fazê-lo abrindo uma conta no banco e transferir automaticamente o dinheiro. Tenha em conta não só as contas semanais e mensais, mas também as trimestrais e anuais. Por exemplo, se pagar o seguro do seu carro ou o Imposto Municipal sobre Imóveis uma vez por ano pode dividir o valor da despesa em 12. Desta forma, saberá quanto dinheiro terá que pôr de lado todos os meses para estes gastos. Poderá também fazer um orçamento para artigos que não compra todos os meses como roupa ou calçado. Terá assim dinheiro “a salvo” para quando precisar de comprar este tipo de artigos.

3. Dê prioridade aos pagamentos que envolvam juros de mora:

As contas do cartão de crédito, impostos ou outros créditos devem ter prioridade nos seus pagamentos. Pense que se atrasar no pagamento está a pagar mais. Se pagar a tempo consegue ter o dinheiro que iria pagar em juros disponível para poupança ou outros gastos.

4. Pague as contas assim que as receber:

Assim que receber as contas na sua caixa de correio, pague-as. Desta forma, não se esquece de pagar e não fica preocupado por falhar um pagamento. Se falhar lembre-se que poderá ser obrigado a pagar uma multa ou juros de mora.

5. Marque as datas de pagamento num calendário:

Se já abriu as contas da sua caixa de correio e sabe quando tem que as pagar marque-as num calendário ou na lista de despesas. Ao ter as contas marcadas saberá para onde vai o dinheiro. Se não conseguir pagar as suas contas assim que as recebe marque a data do limite do pagamento no seu calendário uma semana antes da data de pagamento da carta. Deste modo, não irá ter problemas em pagar as contas a tempo.

6. Mantenha as suas contas organizadas:

Recicle pastas organizadoras ou faça-as você mesmo para organizar as suas contas. Guarde os comprovativos de pagamento nestas pastas, bem como a fatura das despesas que chegam a sua casa. Defina uma pasta para as contas pagas e outra para as contas a pagar e deixe esta última num local visível para não se esquecer delas.

7. O que acontece se não conseguir pagar as suas contas a tempo?

Se perceber que não irá ter dinheiro suficiente para pagar aquilo que deve contacte a empresa responsável pela dívida. Se avisar da situação com antecedência poderá ser criada uma solução alternativa, como o estabelecimento de planos de pagamento ou outras. Seja responsável e lembre-se que nestas situações não poderá fugir ao pagamento.

Leia também os seguintes artigos relacionados com este tema:

-Sete desastres financeiros a evitar na sua vida

-Como reduzir as despesas aderindo às lojas de trocas

-Como fazer um orçamento familiar

artigo do parceiro:

Comentários