O Natal vai começar a pressionar para o crédito pessoal

As empresas de grande consumo funcionam por festas e ocasiões que possibilitem impulsionar os gastos das famílias. Em breve teremos a ocasião mais procurada para pressionar com o marketing agressivo. O Natal é momento por excelência para o aumento do crédito. E temos de nos prevenir relativamente a isso.

Proteja-se do marketing agressivo

O Marketing agressivo vai começar a martelar a sua televisão e por mais que pense que é imune à comunicação destas empresas, saiba que o seu subconsciente não é. E saiba, ainda, que o subconsciente (e também o consciente) dos seus filhos é ainda mais permeável a estas mensagens.

Duas estratégias que poderão ajudá-lo a proteger a sua família do Marketing Agressivo são:

Selecione os programas que os seus filhos veem na televisão. Sugerimos que procure que vejam menos televisão e que se dediquem a outras brincadeiras. Se não tiver alternativa, por que não promover que vejam filmes e que fujam dos canais tradicionais (como o Panda) que passam demasiados anúncios…

Faça o seu orçamento familiar e saiba até onde pode gastar e a partir de quando estará a colocar a saúde financeira da sua família em perigo.

Proteja-se do crédito fácil

Uma segunda ideia quando falamos de consumo prende-se com a disponibilização cada vez mais generalizada de crédito fácil. Aliás, são muitos os retalhistas que lhe vendem os produtos ao mesmo tempo que disponibilizam crédito para compras em “suaves prestações”.

Estas compras em “suaves prestações” não têm nada de errado à partida, muito menos se forem em crédito sem juros. No entanto, os créditos sem juros irão levá-lo a comprar produtos que não precisa ou que são caros de mais para o seu orçamento familiar.

Lembre-se que as empresas não são suas amigas

As empresas, as suas estratégias de marketing e os seus comerciantes não são seus amigos. São tudo formas de o levar a gastar dinheiro e a consumir. Não estão preocupadas com a sua estabilidade financeira. Não querem saber se tem dinheiro para pagar a pronto ou se tem dinheiro para pagar as prestações do seu crédito.

Cuidado com os cartões de crédito

Os cartões de crédito vão dificultar-lhe muito a vida. São a face visível do crédito fácil. No início parecerá fácil assumir os pagamentos, também porque terá a possibilidade de fazer o pagamento mínimo (e assim criar uma dívida que nunca desaparece). No entanto, o segundo passo será o arrependimento. Quando se confrontar com dívidas de vários milhares de euros que aumentam todos os meses… talvez aí perceba o erro e talvez aí faça sentido conhecer alternativas para acabar com dívidas difíceis.

E por último…

Pense sempre que o Natal deve ser vivido em família e que existem coisas que valem muito mais do que os presentes e as ofertas que rapidamente são esquecidas e colocadas de parte. O Natal é uma ótima altura para ter bons momentos em família e para valorizar aquilo que realmente tem valor.

artigo do parceiro:

Comentários