Criar um blogue de sucesso

Ser muito lido e seguido não implica forçosamente retorno financeiro garantido

Na última década, o fenómeno dos blogues explodiu. Portugal não foi exceção e, cada vez mais, as novas bloggers procuram os conselhos dos nomes mais conhecidos sobre como criar um blogue de sucesso.

Muitas delas vão na senda do êxito de projetos como A Pipoca Mais Doce, Mini-Saia, Blog da Carlota, Alfaiate Lisboeta e muitos outros que singraram em território nacional.

Contudo, sucesso nem sempre é sinónimo de independência financeira. O blogue de Isabel Zibaia Rafael, Cinco Quartos de Laranja, por exemplo, é uma presença constante no top 30 mensal do Blogómetro, mas ainda não lhe dá o retorno suficiente para que viva exclusivamente dele, abandonando a sua profissão. Está, no entanto, muito longe de ser a única. 

Professora, dedica todo o seu tempo livre ao Cinco Quartos de Laranja e aos projetos que lhe estão associados. Desenvolve receitas para marcas nacionais e estrangeiras, faz showcookings, escreve textos para algumas revistas, lançou um livro e colabora mensalmente com a Saber Viver. Tudo, porque há oito anos decidiu começar a escrever sobre comida na web. Hoje, encara o blogue como um caminho a seguir para conseguir viver realmente do que gosta de fazer, cozinhar.

Para Pedro Mendes, representante português da Promostyl, multinacional francesa de pesquisa tendências, moda e design, o futuro dos blogues vai acompanhar o trajecto da web. «O que vai suceder é o que já se viu acontecer com revistas e canais de televisão. Enquanto a pessoa publicar informação interessante, tem potencial. Quando falhar, é como qualquer revista que falha, com a diferença de que os bloggers têm a oportunidade de se ir atualizando», refere.

Albertino Gonçalves, sociólogo e investigador do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, acrescenta que a tendência é cada vez mais, haver necessidade de se criar identidades online. «Nós até temos relações de proximidade, o problema é que não as temos com quem queremos. E mostrar a nossa identidade também é uma forma de testar a nossa capacidade de relação com o outro», sublinha também.

Contudo, refere que não basta criar um blogue, é preciso produzir conteúdo com interesse. «Os novos meios de comunicação, sobretudo quando permitem modalidades de expressão muito interessantes, são das coisas mais utilizadas. Aconteceu com o telefone, com o telemóvel, entre outros», adianta ainda este especialista.

Os 10 blogues de moda mais influentes do mundo:

1. The Sartorialist
2. Hypebeast
3. Advanced Style
4. High Snobiety
5. Garotas Estúpidas
6. Refinery29
7. Man Repeller
8. The Beauty Department
9. The Blonde Salad
10. Cupcakes and Cashmere

Texto: Ana Pimentel

artigo do parceiro:

Comentários