Crédito pessoal para desempregados

Está desempregado e precisa de uma folga financeira? Precisa de reduzir as suas prestações e acha que a solução passa por pedir um crédito para liquidar todos os seus créditos? Neste artigo vamos mostrar-lhe as alternativas que tem para obter uma liquidez adicional sem grande esforço.

Não se deixe enganar

Se não tem um emprego, mesmo que tenha um subsídio de desemprego, não será possível pedir um crédito pessoal em seu nome. Existem sites e blogs que dizem ser possível ter crédito pessoal estando desempregado. No entanto, nenhuma instituição financeira irá conceder crédito pessoal ou crédito consolidado nestas circunstâncias. Mas atenção. Não significa que não tem alternativas, porque tem. Conheça algumas:

Peça ajuda a um familiar da sua confiança

Pode não ter acesso a crédito em seu nome. Mas tal não significa que com o apoio de um familiar não seja possível ter um crédito. Poderá pedir a um dos seus familiares para ser o primeiro titular de um pedido de crédito, por exemplo. No entanto, sugerimos sempre que faça um acordo por escrito com os seus deveres de modo a evitar problemas no futuro.

Precisa de liquidez? Por que não negociar os seus créditos atuais?

Muitas pessoas procurar resolver problemas financeiros com recurso a novo financiamento. Estando desempregados somos tentados a aproveitar todas as oportunidades que nos surgem (por vezes somos burlados). E esquecemo-nos de olhar para as nossas despesas atuais. Não fomos treinados para isso. Mas é possível libertar liquidez ao baixar as suas prestações financeiras atuais (por norma, o Dr. Finanças consegue libertar em torno de €300-€450 nas prestações financeiras dos seus clientes).

A negociação é algo que está ao alcance de todas as pessoas, estejam desempregadas, com penhoras, com incidentes bancários… todos conseguem negociar e com resultados muito interessantes.

Já conhece a consolidação interna de créditos?

A consolidação interna é uma alternativa para poupar muito dinheiro que funciona se tiver vários créditos numa mesma instituição financeira. Na prática, o que poderá conseguir com a consolidação é juntar todos os créditos num único crédito junto do seu banco e com isto ter ótimos resultados. É certo que aqui está dependente da boa vontade e da aprovação por parte do seu banco. Mas o não está sempre garantido… por que não tentar?

Quer aprofundar os seus conhecimentos?

Se quiser saber mais sobre o crédito e sobre como poupar dinheiro com crédito convidamo-lo a inscrever-se gratuitamente no minicurso de crédito do Dr. Finanças. São lições que são enviadas para o seu email e que mostram as estratégias do Dr. Finanças para lidar melhor com os seus créditos.

Precisa de uma solução mais rápida?

Se precisa de uma solução mais rápida e tem urgência em libertar liquidez para fazer face às suas despesas mensais? Talvez seja interessante perceber como a família Silva poupou mais de €600 nas suas prestações mensais. Os problemas financeiros tocam a toda a gente, como vimos no caso de uma família que o Dr. Finanças ajudou recentemente (ver aqui a solução). O fundamental é perceber que existem alternativas para os problemas financeiros e que é possível superar situações financeiras de maior desafio. Simule aqui quanto pode poupar com a renegociação dos seus créditos.

artigo do parceiro:

Comentários