Como pedir um aumento de salário ao seu patrão?

Conheça algumas estratégias que poderá implementar para conseguir um aumento.

Quem não ambiciona ter um aumento de salário? Provavelmente a leitora não conhece ninguém que não tenha esse desejo. Mas do “querer” ao “acontecer” vai uma grande distância, principalmente no cenário de crise económica e financeira em que vivemos. No atual contexto torna-se mais difícil conseguir convencer o seu chefe de que merece um aumento de ordenado. Mas o facto de ser difícil não significa que seja uma tarefa impossível. Por isso mesmo, e porque nem todas as empresas estão a sentir de igual forma os efeitos da crise, aqui ficam cinco passos que deve ter em conta para desenhar uma estratégia bem-sucedida com vista a uma subida de rendimentos.

1. Saiba qual é o seu valor:

Para negociar um aumento de ordenado com o seu chefe terá primeiro de saber qual é o seu próprio valor de mercado. Tente apurar quanto é que os seus colegas com as mesmas funções ganham e quais são os ordenados que estão a ser pagos por empresas concorrentes. Só assim saberá se está a ganhar acima ou abaixo da média. Se o seu salário for inferior à média terá uma noção de qual será o aumento salarial que deverá negociar com o seu chefe. Se tem dúvidas sobre qual é o seu valor de mercado poderá consultar os estudos salariais elaborados por diversas consultoras de recursos humanos. Estes estudos permitem visualizar as remunerações que estão a ser praticadas dentro de cada área de atividade, discriminadas por função.

2. Marque uma hora para falar com o seu chefe:

Não deve abordar o seu chefe sobre este tema numa situação casual. Ex: Ao pé da máquina do café ou quando apanham o mesmo elevador. A discussão do seu salário é um assunto sério, por isso mesmo, agende com o seu superior uma hora para conversarem sobre este tema. Desta forma, terá a garantia de que terá toda atenção do seu chefe para ouvir os seus argumentos.

3. Saiba vender-se:

Os especialistas na área de recursos humanos aconselham as pessoas a encarnarem o papel de advogadas de si próprias. É importante que exponha de forma clara os seus argumentos. Se é vendedor, ou se o seu trabalho é traduzível em números, mostre-os e faça ver como o seu trabalho tem sido importante para o crescimento da empresa. Relembre os seus pontos fortes e os objetivos que atingiu. Se ganhou mais responsabilidades ultimamente no seu trabalho, faça-se valer também deste argumento.

4. Evite estes argumentos:

Jamais justifique um aumento de salário por chegar sempre a horas ou por raramente faltar ao trabalho. A razão é simples: não espere que os seus superiores lhe deem uma medalha por fazer aquilo que é a sua obrigação. Ao mesmo tempo evite usar desculpas pessoais (ex: Precisa de ganhar mais para pagar dívidas pessoais).

5. Esteja preparado para um não:

Por muito brilhantes que sejam os seus argumentos, eles poderão não ser suficientes para conseguir o aumento de salário desejado. Aliás, num cenário de crise como o atual, é bem possível que a resposta ao seu pedido seja negativa. Mas não esmoreça. Questione o seu chefe sobre o que será preciso fazer para que no futuro a empresa lhe possa conceder um aumento salarial ou tente negociar outros mecanismos de compensação.

Situações em que não deve pedir um aumento:

  • Se a sua empresa está a despedir pessoas ou a cortar benefícios aos funcionários, isto é um sinal de que a firma onde trabalha está em sérias dificuldades financeiras. Não é o momento ideal para pedir um aumento. Aliás, se o fizer, pode até ter um efeito negativo junto do seu chefe.
  • Se está a ganhar igual ou acima da média dos seus colegas com as mesmas funções, se a sua situação salarial já é confortável e justa quando comparada com a média do mercado, então as hipóteses de ser bem-sucedido na missão de obter um aumento salarial tornam-se mais reduzidas.
  • Se não merece. Ou seja, se tem a consciência de que o seu desempenho profissional não tem sido brilhante. Se não tem sido dedicado nas suas tarefas, nem demonstra entusiasmo ao executá-las, se cumpre apenas os mínimos no seu trabalho, pense duas vezes antes falar em aumentos salariais com o seu chefe.

artigo do parceiro:

Comentários