Como entregar o IRS via internet

O processo implica alguns passos que não devem ser descurados sob pena de algo correr mal e acabar por pagar multa indevida.

Começa hoje o prazo para entregar o IRS através da internet e que dura até 30 de abril. As vantagens de preencher a declaração através desta via são muitas: É mais prático, evitando o tempo perdido nas finanças; já tem alguma informação pré-preenchida, como a remuneração, os descontos para a Segurança Social e a retenção na fonte; pode saber imediatamente o montante indicativo de imposto a pagar ou a receber e ainda tem a vantagem de poder ser reembolsado mais cedo. Por todos estes motivos, há cada vez mais portugueses que optam por entregar a declaração via internet.

Se ainda não aderiu a este método, saiba que entregar a declaração de IRS via internet não é difícil. Ainda assim, o processo implica alguns passos que não devem ser descurados sob pena de algo correr mal e acabar por ter de pagar uma multa indevida.

Saiba então como preencher a declaração de IRS via online em cinco passos.

1. Em primeiro lugar, terá de possuir a senha de identificação do contribuinte. Se ainda não tem senha, aceda ao portal das finanças e, na coluna da direita, clique em “novo utilizador”. Preencha a informação e espere que esta chegue a casa. Tenha em atenção que este processo demora cerca de uma semana, por isso, não espere até à última hora para pedir a senha.

2. Se já confirmou que tem a senha e que está válida, o próximo passo é organizar e reunir todos os documentos de rendimentos e despesas a declarar, para que esteja tudo “à mão de semear” quando for preencher a declaração de IRS. Tudo pronto? Então agora é entrar no site.

3. Depois de inserir o número de identificação e a senha, selecione “Cidadãos”/ “Entregar” / “Declarações” / “IRS” e preencha a declaração. Muito importante: Verifique sempre os dados pré-preenchidos, para detetar possíveis erros e corrigi-los, se necessário. Depois clique em “Validar”. 4. Depois de preencher a declaração e verificar erros, poderá simular o valor do reembolso ou nota de cobrança. Tem ainda a possibilidade de guardar a informação preenchida e é conveniente que o faça, para ter provas. Por fim, submeta a declaração.

5. Ainda não é hora de respirar de alívio e pensar: “Já passou”. Para ter a certeza que tudo correu bem e que não irá sofrer penalizações por um erro cometido no preenchimento da declaração de IRS, deverá consultar a situação da declaração de IRS 48 horas depois da submissão. Se tiver erros centrais deverá corrigi-los. Faça-o através da opção “Cidadãos” / “Entregar” / “Declarações” / “IRS” / “Corrigir”. Não se esqueça que se corrigir possíveis enganos da declaração num prazo de 30 dias após a submissão não paga multa.

Leia também os seguintes artigos relacionados com o mesmo tema:
Saiba tudo o que pode deduzir na próxima declaração de IRS
Especial Mês do IRS: Esclarecimento de uma dúvida por dia
IRS: Saiba quando tem de entregar a sua declaração
Como declarar os investimentos no IRS
Recibos verdes e IRS: O que saber?

artigo do parceiro:

Comentários