7 sinais em como pode confiar numa empresa antes de pedir crédito online

Os pedidos de crédito online estão, por vezes, associados a burlas e a empresas pouco confiáveis que pedem comissões de análise e deixam de comunicar com os potenciais clientes. Mas nem sempre pedir crédito online é perigoso. Aprenda a proteger-se e conheça o perfil de uma empresa credível.

Quando procura por uma empresa à qual vai submeter um pedido de crédito pessoal online certifique-se que:

 1. Não encontra denúncias de burla no Google

Se, por outro lado, ao pesquisar sobre uma empresa ou consultora que está a pensar contactar a pedir crédito aparecerem muitos resultados negativos, especialmente ligados à palavra “burla”, considere optar por outra empresa. É sempre um bom indício relativamente a uma empresa quando pesquisa no Google pelo nome da empresa junto à palavra “burla” e não encontra denúncias.

2. Encontra vários artigos sobre a empresa em vários jornais e revistas

Um bom indicador da seriedade, profissionalismo e credibilidade de uma empresa poderão ser artigos ou reportagens sobre a mesma em publicações ou canais conhecidos. No caso do Doutor Finanças, por exemplo, poderá encontrar reportagens no programa Contas-Poupança, do Jornal da Noite da Sic, uma entrevista na TVI e vários artigos em revistas nacionais (Forbes Portugal e Lux, por exemplo).

3. A empresa em questão tem presença nas redes sociais

Têm-nos chegado algumas queixas de clientes que já foram enganados por outras empresas após submeterem pedidos de crédito. Ao investigarmos essas empresas, contatamos que em quase a totalidade dos casos, não possuem redes sociais, talvez para evitarem que os clientes burlados as usem para se queixarem ou exporem as burlas de que foram alvo.

4.Tem uma morada real

Uma empresa que utiliza uma morada real inspira sempre mais confiança do que uma que tem como morada um apartado. Uma empresa fraudulenta poderá ver num Apartado uma oportunidade de evitar que possíveis clientes burlados lhe venham bater à porta e exigir satisfações. Isto não quer dizer, no entanto, que todas as empresas com apartados em vez de moradas reais sejam suspeitas.

5. Não lhe pedem comissões de análise ou de pré-aprovação

De todos os pontos desta lista, talvez este seja o mais controverso e o mais ligado a burlas com créditos online. Recebemos muitas vezes queixas de pessoas que recorreram a outras empresas antes de conhecerem o Doutor Finanças e às quais foram pedidas comissões de pré-aprovação dos pedidos de crédito pessoal, comissões na ordem dos 90€, normalmente. O que acontece é que, após receberem as comissões dos clientes, os “profissionais” desaparecem do mapa e não voltam a contactar nem a responder a contactos iniciados pela cliente, ou então simplesmente dizem que o crédito foi recusado, mas não devolvem o dinheiro que o cliente já enviou.

No caso do Doutor Finanças, por exemplo, não existem quaisquer custos na análise dos pedidos de crédito, que são sempre sem compromisso. Após o contacto inicial, reunimos simplesmente as melhores opções de crédito pessoal para a pessoa que nos contactou e ligamos-lhe com os resultados, mas não é obrigado - de forma alguma - a avançar o processo connosco.

6. Não lhe garantem que o crédito seja aprovado numa questão de horas

Apenas os bancos têm poder de aprovar pedidos de crédito, por isso é normal que o seu pedido não seja aprovado numa questão de horas.

7. Nega acesso ao crédito a quem tiver o nome na lista negra do Banco de Portugal

Há consultoras que garantem que conseguem dar acesso a crédito pessoal mesmo a pessoas que têm o nome na lista negra do Banco de Portugal, mas tal não é legalmente possível. Neste caso, não existem excepções. Se tem o nome reportado na lista do Banco de Portugal, as instituições financeiras estão proibidas por lei a dar-lhe acesso ao crédito.

Veja mais na página seguinte: Onde fazer queixa caso seja burlado?

Comentários