10 Factos que deve conhecer sobre notas e moedas

Conheça algumas curiosidades sobre o dinheiro, desde o aparecimento da primeira moeda, até ao Euro.

O aparecimento da primeira moeda remonta ao século VII antes de Cristo, no reino da Lídia, onde hoje se situa a Turquia e foi rapidamente utilizada pelos gregos e um pouco mais tarde pelos romanos. Sendo um instrumento que facilita as trocas, a moeda tornou-se num material utilizado por todos os povos do mundo. Hoje, o euro e o dólar americano estão entre as moedas mais utilizadas. Apesar de a sua história ainda ser recente, o euro é atualmente a moeda de 18 Estados-Membros da União Europeia, sendo utilizado por cerca de 330 milhões de europeus. Se tem curiosidade sobre como nasceram as notas e moedas que encontra na sua carteira, fique a conhecer alguns factos interessantes sobre a moeda única europeia.

1. Qual o significado do símbolo oficial do euro (€)?
O símbolo do euro (€) é inspirado na letra grega “épsilon”, invoca a Grécia como berço da civilização europeia e representa a primeira letra da palavra “Europa”. As duas linhas paralelas significam a estabilidade interna da moeda europeia. Leia também o artigo “Sabe como surgiu o dinheiro?

2. Quem é responsável pela emissão de notas e moedas do euro?
As notas do euro são emitidas pelos bancos centrais nacionais dos Estados-Membros da União Europeia que integram a zona euro. A emissão tem que ser autorizada pelo Banco Central Europeu (BCE), instituição que consagra este direito. No campo das notas há novidades em breve, já que em setembro entrará em circulação uma nova nota de 10 euros. Veja aqui as características da nova nota. Já no que se refere aos direitos de emissão de moeda, estes foram mantidos nos países que integram a zona euro, sem ser necessário aprovação do BCE. No caso de Portugal, a entidade responsável pela emissão de moeda é o Estado, através do Ministério das Finanças (Direção-Geral do Tesouro e Finanças), sendo a circulação assegurada pelo Banco de Portugal.

3. Que tipos de moedas metálicas do euro existem?
Segundo a informação disponibilizada no “Caderno Notas e Moedas de Euro”, do Banco de Portugal, existem três tipos de moedas metálicas:
- As moedas metálicas correntes destinam-se à satisfação das necessidades de circulação do euro, sendo que apresentam uma face comum europeia e uma face nacional. É a face nacional que identifica o país emissor de moeda. Têm oito denominações diferentes: 1, 2, 5, 10, 20 e 50 cêntimos e 1 e 2 euros. Apresentam ainda variações em diâmetro, peso, cor, composição e um bordo diferente consoante a denominação.
- As moedas metálicas comemorativas são emitidas uma vez por ano, com autorização do BCE. A moeda tem normalmente um valor de 2 euros e apresenta uma face comum europeia e uma face nacional referente ao evento a comemorar.
- As moedas metálicas de coleção ou para fins numismáticos deverão ter um valor facial diferente das oito denominações destinadas a circulação podendo até ter um valor que coincida com os das notas do euro de valor mais baixo. Devem também ser significativamente diferentes das oito denominações a circular em cor, diâmetro e espessura, sendo a suas características publicadas em Diário da República no nosso país.

4. Conhece os elementos de segurança das notas do euro?
As notas do euro foram desenvolvidas de forma a serem consideradas extremamente seguras. Tendo uma grande diversidade de elementos de segurança, a sua imitação torna-se mais difícil de realizar e mais fácil de ser detetada. Os elementos de segurança das notas do euro que o público em geral deve conhecer são: Marcas de água, o filete de segurança, a banda iridiscente e o elemento que muda de cor, o registo frente/verso, a mini-impressão, o elemento holográfico, a impressão em talhe doce e a numeração composta por doze dígitos. Saiba como pode reconhecer uma nota falsa em seis passos.

5. O que representam as faces comuns das moedas emitidas em Portugal?
As faces comuns europeias representam três mapas diferentes da Europa, que no fundo representam as doze estrelas da bandeira da União Europeia. As moedas do euro destinadas à circulação foram desenhadas pelo belga Luc Lucyx com base no tema “Objetivos e ideais da União Europeia”, segundo explica o Banco de Portugal, no “Caderno Notas e Moedas de Euro”.

6. O que representam as faces nacionais das moedas emitidas em Portugal?
As faces nacionais das moedas do euro emitidas no nosso país foram desenhadas por Vítor Manuel Fernandes dos Santos, com inspiração nos símbolos das História de Portugal e representam os três selos reais de D. Afonso Henriques. Os selos são rodeados pelos castelos e escudos de Portugal que estão circundados pelas doze estrelas da bandeira da União Europeia.

7. Quais são os elementos de segurança das moedas do euro?
À semelhança das notas do euro, também as moedas têm elementos de segurança que asseguram a dificuldade de imitação. Para o público em geral existem alguns elementos que deve conhecer tais como o bordo, as inscrições no bordo da moeda de dois euros, o relevo, os 'micro dots' e as propriedades magnéticas.

8. Como pode trocar notas danificadas ou mutiladas?
Se tiver uma nota danificada ou mutilada na sua carteira, saiba que existe a possibilidade de a trocar por uma nota de igual valor em circulação num dos balcões do Banco de Portugal. A troca apenas poderá ser efetuada se for verificada a autenticidade da nota e se, no caso da nota se apresentar mutilada, a parte apresentada for superior a 50% ou se não o sendo for verificada a destruição da parte em falta.

9. Que cuidados deve ter com as notas?
Lembre-se que não poderá escrever, agrafar, furar, rasgar, queimar ou realizar qualquer ato que danifique as notas do euro pois perdem os requisitos de qualidade necessários para circularem.

10. Ainda pode trocar escudos por euros?
No que toca às moedas, saiba que já não é possível realizar a troca de escudos por euros. Quanto às notas de escudos, o prazo para a sua troca é de 20 anos a contar da data de circulação da chapa a que a nota pertence. Assim sendo, as notas de escudo que ainda não prescreveram podem ser trocadas nos balcões de tesouraria do Banco de Portugal.

Leia também os seguintes artigos:
- Sete lições sobre dinheiro que todos devem saber
-Como fazer dinheiro com o seu guarda-roupa
-Qual é a moeda mais valiosa do mundo?
-Como viver um mês sem gastar dinheiro 

artigo do parceiro:

Comentários