Família: a nossa herança e a nossa identidade

Trabalhe em equipa junto das pessoas que não pode escolher

Sabia que uma das fontes mais comuns de conflito reside entre membros da mesma família? Alguns exemplos mais comuns da família desestruturada são: negligência e abuso emocional, físico, sexual, relacionamento disfuncional com o dinheiro, incompatibilidade nas diferenças de opinião, de convicções e valores (crenças retrógradas, rígidas, perfecionistas e preconceituosas).

Entre membros da mesma família, a raiva excessiva e o ressentimento podem conduzir à fúria, malícia, traição, hostilidade, segredo, ódio e em situações extremas à violência. Alguns familiares cultivam um ressentimento de "estimação" entre si, atacam os outros membros da família em vez de solucionarem os problemas.

Sabia que as famílias perturbadas tendem a negar os sentimentos, principalmente os dolorosos. A alguns membros da família, incluindo as crianças, não é permitido exprimir o que sentem, por exemplo a raiva e a frustração. Aquilo que é visto por todos, como o problema no seio familiar disfuncional, é negado. Acrescenta-se um novo modelo ou sistema falso de crenças de forma a negar a realidade dolorosa. Na família desestruturada, a negação da realidade aliada ao sistema de crenças oculta e retarda o desenvolvimento e o crescimento dos jovens e das crianças nas áreas fundamentais da sua vida (Brown, 1986).

Veja na página seguinte: algumas regras negativas no seio familiar que visam alimentar a negação das emoções

Comentários