A expetativa

As nossas expetativas em relação aos outros são muitas vezes irreais

Segundo o Dicionário da Língua Portuguesa, a palavra expetativa é: “Esperanças baseadas em supostos direitos, probabilidades, pressupostos ou promessas”. Creio que um dos fatores que mais interfere, negativamente, nos relacionamentos (e na comunicação honesta) é a expetativa. A nossa expetativa em relação ao outro. Na maioria, das vezes, a nossa expetativa (preconceito e esteretipo) em relação ao outro é errada e irreal. E isso acarreta frustração e desilusão que, por sua vez, se repercute nos relacionamentos e gera conflitos insolúveis. Sentimo-nos enganados e defraudados, pelas nossas próprias ideias e sentimentos. E, se tivéssemos coragem suficiente, iriamos reconhecer que culpamos o outro pela nossa própria desilusão (expetativa).

Algumas das nossas expetativas, baseadas em crenças, experiencias e convicções projetam no outro  algo que ele/a não é: só vemos e ouvimos aquilo que nos interessa.

Será que aquilo que ouvimos é realmente aquilo que o outro está a dizer, ou fazemos interpretações erradas e tiramos conclusões precipitadas sobre o certo e o errado?

O que é que aprendeu sobre as expetativas que colocou nas pessoas à sua volta? Qual foi o resultado prático? Como é quevocê se sente quando colocam expetativas irreais sobre si?

Continua na página seguinte

Comentários