Saber dizer não à depressão

Uma esmagadora tristeza aloja-se sem aviso prévio, sente o mundo a desabar, perde a força e a vontade de viver. Uma luta a ser vencida!

A  "OMS" Organização Mundial da Saúde prevê que em 2020, a depressão passe a ser a segunda causa de mortes mundiais. Caraterizada por uma condição neurológica que pode ocorrer em qualquer idade, a depressão pode ser causada, segundo o Psiquiatra Cláudio Moraes Sarmento por “uma propensão familiar, genética e hereditária, que aumenta a vulnerabilidade e com fatores ambientais, familiares ou de vida, pode precipitar uma depressão relevante.” Frustração pela ausência de algo, um obstáculo, a privação da satisfação de desejos ou necessidades, sem resposta lógica para os problemas… A pessoa deprimida sofre em silêncio.

Molécula da Felicidade

A deficiente produção de serotonina, conhecida como a “molécula da felicidade e prazer”, importante neurotransmissor no processo bioquímico do humor, uma das principais causas do desenvolvimento da depressão. O tratamento passa pela indicação de medicamentos anti-depressivos, prática regular de exercício físico e alimentação saudável, rica em vitaminas e sais minerais, promovendo a renovação dos níveis de serotonina.

Alimentação

Na prevenção da depressão são indicados alimentos ricos no aminoácido essencial o triptófano, catalisador da serotonina. A ingestão de chocolate, banana, pão, massas e arroz ajudam a aumentar os níveis desta substância. Assim como alimentos ricos em Vitamina B6 presentes nas leguminosas, batatas, manteiga de amendoim, carne de galinha, bananas, salmão e atum. Vitamina B12 presente na carne de vaca, atum, salmão e lacticínios. Segundo o estudo do Centro Médico da Universidade de Rush, publicado pela Tribuna Médica Press, verifica-se que uma alimentação deficiente nas vitaminas B6 e B12 poderá aumentar o risco de desenvolver depressão.

Chocolate, o prazer anti-depressivo

O Chocolate é um óptimo anti-depressivo, a teobromina (composto da mesma família da cafeína presente no cacau que geralmente é confundido com esta) e a feniletilanina são substâncias estimulantes do bom humor, favorecendo a estimulação da produção de endorfinas e serotonina. Contém também tiramina que conjuntamente com a teobromina estimulam a concentração ao nível neuronal. Não deve consumido em excesso, uma vez que pode provocar alterações e dependências emocionais.

Banana, o fruto divertido

Excelente aliada no tratamento da depressão, comprovando-se a capacidade desta na melhoria do humor das pessoas, dado o estudo da Food and Nutrition Research Institute (FNRI) das Filipinas, segundo divulgado no Portal de Saúde Alert. Rica em triptofano, mantém os níveis de serotonina, o estudo indica também que os altos níveis de vitamina B6 favorecem regulação do nível de glucose no sangue, reflectindo-se no estado de espírito das pessoas, prevenindo insónia, fraqueza e irritabilidade.

Sintomas da depressão:

Desânimo;

Cansaço;

Ansiedade;

Abatimento Intelectual, Moral e Físico;

Apatia;

Debilidade;

Melancolia.

Texto: Sandrina Rodrigues
Consultoria: Dr. Cláudio Moraes Sarmento, Psiquiatra e Diretor Clínico da Clínica Tágide

Saúde Hoje

Fontes de Pesquisa:

ALERT Life Sciences Computing S.A. - www.alert.pt

O Portal dos Psicólogos – www.psicologia.com.pt

Tribuna Médica Press - www.tribunamedicapress.pt

Comentários