Vai fazer análises?

O que deve saber e fazer antes de as realizar

Necessárias para ajudar o médico a adequar terapêuticas e saber o estado geral da sua saúde, as análises clínicas são essenciais para detectar possíveis complicações no caso de existência de uma doença crónica ou familiar, justificando a sua realização todos os anos. 

De seguida encontrará as respostas a questões que deve ter em conta antes de efectuar análises de laboratório, baseadas em dados divulgados pelo Centro de Medicina Laboratorial Germano de Sousa.

A toma de fármacos interfere nos exames laboratoriais?

Os antibióticos e os anti-inflamatórios, por exemplo, interferem nos testes de coagulação do sangue, normalmente solicitados em pré-operatórios. Portanto, quaisquer que sejam os remédios que esteja a tomar, avise a técnica antes da colheita. Caso um deles interfira, terá que falar com o seu médico sobre a possibilidade de suspendê-lo por alguns dias.

Se a interrupção não for possível, esse dado terá deverá ser levado em conta na avaliação do resultado.

A Aspirina altera os resultados dos exames?

A Aspirina é o nome popular do ácido acetilsalicílico. Ele está presente em muitos analgésicos e antipiréticos. Por isso, registe: todos os remédios com ácido acetilsalicílico interferem nos exames de coagulação do sangue.

Em altas doses, podem diminuir os valores totais de tiroxina ou T4, uma das hormonas tiroideias.

Podem realizar-se análises ao sangue com gripe, constipação ou febre?

Claro. Alguns exames, aliás, são solicitados exactamente porque a pessoa está com febre. A intenção é verificar se alguma infecção é a responsável.

Porém, em algumas circunstâncias, a doença responsável pela febre pode interferir nos exames destinados a avaliar aspectos metabólicos e imunológicos. Por cautela, consequentemente, consulte o seu médico ou o laboratório antes de fazer o exame.

A mulher menstruada pode fazer exames laboratoriais ao sangue?

Sim, qualquer um deles. Porém, diversas hormonas e algumas proteínas séricas variam durante o ciclo menstrual. Portanto, é fundamental que o médico saiba em que período do ciclo o seu exame foi realizado.

As análises ao sangue têm de ser sempre realizadas em jejum?

Nem todas. O hemograma simples, por exemplo, dispensa o jejum. Já a glicemia e triglicéridos exigem que se fique várias horas sem comer. O tempo de jejum varia de acordo com o exame.

Para saber mais sobre as análises ao sangue bem como a sua importância, clique aqui.

Texto: Cláudia Pinto

artigo do parceiro:

Comentários