Usa lentes de contacto? Alguns cuidados que não pode descurar

Se usa lentes de contacto ou pondera trocar os óculos por estas, existem alguns cuidados básicos que deve ter em conta para tirar o maior partido desta opção

Usadas tanto com fins estéticos, como no caso das lentes de contacto coloridas, como para corrigir problemas oftalmológicos, as lentes são dispositivos médicos que garantem conforto e segurança, desde que siga as recomendações de uso e manutenção das mesmas. Vladimír Petr, consultor clínico, lembra alguns cuidados.

Comece por falar com o seu oftalmologista ou optometrista

Esta parece uma recomendação óbvia mas que nem sempre é cumprida. Estes profissionais estão ambos aptos a avaliar a graduação necessária e a aconselhar o melhor tipo de lente de contacto.

A diferença reside no facto do primeiro ser um médico especialista que pode avaliar um maior conjunto de problemas oftalmológicos, nomeadamente na parte traseira do globo ocular, estando também capacitado para tratá-los. Já o optometrista poderá diagnosticar e tratar pequenos problemas mas apenas na superfície do olho. Há ainda o técnico ocular que pode também ajudá-lo na seleção da lente ou dos óculos embora não possa tratar problemas do foro oftalmológico.

Siga as instruções de uso e de higiene

Os olhos são uma zona do corpo delicada e facilmente inflamável. As lentes de contacto são inseridas junto ao olho, estando em contacto permanente com o mesmo. Tem a certeza que não há assim tanto problema em não lavar as mãos antes de manusear a sua lente?

Na verdade, a falta de higiene pode danificar o produto e provocar graves infeções. No entanto, basta seguir estes cuidados simples para evitá-lo: lavar sempre as mãos antes de colocar ou remover a lente de contacto e secar as mãos numa toalha limpa ou com toalhetes de papel descartáveis.

Conserve as lentes numa solução de limpeza adequada. Se tiver dúvidas sobre que produtos usar, o seu profissional de saúde ocular saberá esclarecê-lo.

Respeite o prazo de validade

Existem diferentes tipos de lentes de contacto, compostas por materiais distintos que determinam a longevidade da lente. Assim, encontra desde lentes diárias, semanais, mensais ou até com longevidade superior. Não utilize as lentes por mais tempo do que o recomendado pelo fabricante, uma vez que após esse período, as mesmas deixam de assegurar o conforto e higiene necessários, acumulando-se detritos invisíveis a olho nu que prejudicam a sua visão.

Sabe aquela irritação ou a sensação de secura ou de que a sua lente não está tão nítida? Pode ser exatamente sinal de que está na hora de trocá-la… Anote a data em que abriu a embalagem e elimine a lente após o período de utilização indicado.

Comentários