Termalismo ajuda a tratar a artrite reumatoide

Médica hidrologista portuguesa apresenta estudo que atesta esta conclusão

A médica hidrologista Isabel Santos, que desempenha funções nas Termas S. Jorge, realizou um estudo científico intitulado «Artrite reumatoide e termalismo», dedicado aos efeitos da hidroterapia na artrite reumatoide.

Este processo envolveu uma amostra de 42 doentes,
portadores de artrite reumatoide, os quais, em contexto de vida
quotidiana, realizaram um programa termal de vinte e um dias, nas Termas
de S. Jorge.

Todos foram submetidos a uma avaliação clínica, pré e pós
tratamentos termais (e, também, pós três e seis meses), para uma
análise comparativa. Perante os resultados desta análise científica,
conclui-se que a terapêutica termal proporcionou uma franca melhoria,
quer do estado clínico, quer da qualidade de vida do doente.

A especialista encontra-se a finalizar o doutoramento em Ciências Médicas do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) sob a orientação do Prof. Dr. Carlos Vasconcelos, decorrendo em parceria com o Centro Hospital do Porto, Unidade de Imunologia Clínica (UIC).


A responsabilidade editorial desta informação é da revista

artigo do parceiro:

Comentários