Ter autismo é ver o mundo com outros olhos

Vamos chamar-lhe "Tiago", nome fictício. O Tiago era um menino que não sabia falar, que não tagarelava, não cantava, mas que ia à escola e que brincava, à sua maneira, com os seus colegas. Conheça o relato da psicóloga educacional Patrícia Marques, uma especialista que lida de perto com crianças autistas.
créditos: Pixabay

A professora do Tiago achava que ele não devia andar na escola, porque tinha um “problema”. Mas os outros meninos, aqueles que falavam com a boca, conseguiam ouvir as palavras que este menino não dizia. E até brincavam, seguros de um mundo feliz, a um canto da sala. E no canto não se canta. Só se fala.

Um dia sentei-me num banquinho, triste com as coisas dos adultos, e tentei ouvir essas palavras que o menino que não sabia falar dizia, mas que eu não ouvia. O menino brincava com os berlindes no chão. Não eram berlindes: eram carrinhos, eram naves espaciais, eram foguetões que iam à Lua e voltavam, eram carrinhos que voavam e chocavam uns com os outros. Eu só via berlindes e mais triste fiquei.

De repente, o menino levantou-se, abriu a minha mala, tirou o pacote de lenços de papel que lá estava, e ele sabia que lá estava, e retirou apenas um lenço. Sem qualquer outro sinal, entregou-me o lenço nas mãos, e continuou a brincar. Afinal o menino falava. Mas falava com o coração. E com os olhos. E com as mãos.

O autismo é uma perturbação do neuro desenvolvimento que afeta a forma como as pessoas compreendem o mundo que as rodeia e como aprendem com as suas experiências

Esta é uma história real de um menino real, num mundo imaginário só dele. Podemos quase pensar que uma criança com perturbação do espectro do autismo está fechada num mundo só seu e do qual apenas conhecemos um bocadinho.

Conheça algumas brincadeiras de meninos como o "Tiago"

A série “The Good Doctor”, que vai estrear em Portugal no próximo dia 25 de outubro no AXN, às 23h10, retrata a vida de Shaun Murphy, um jovem médico-cirurgião pediátrico, que sofre de uma forma ligeira de Perturbação do Espectro do Autismo e da chamada Síndrome de Savant, ou Síndrome do Sábio. Personagens autistas têm sido protagonistas de vários filmes/séries ao longo do tempo.

O que é o autismo?

O autismo é uma perturbação do neuro desenvolvimento que afeta a forma como as pessoas compreendem o mundo que as rodeia e como aprendem com as suas experiências. Foi descrito pela primeira vez por Leo Kanner há mais de 70 anos, quase em simultâneo com Hans Asperger.

Porém o quadro de diagnóstico do Autismo tem vindo a sofrer inúmeras alterações desde a sua descrição inicial. A última revisão do Manual Diagnóstico e Estatístico de Perturbações Mentais (DSM) faz desaparecer a Síndrome de Asperger e assume explicitamente apenas uma forma desta perturbação - a “Perturbação do Espectro do Autismo” (PEA) - num contínuo com vários níveis de severidade, definidos segundo o grau de suporte de que a pessoa necessita no dia-a-dia.

Atualmente, os critérios de diagnóstico internacionalmente aceites pressupõem a presença de dificuldades persistentes na comunicação e interação social, e um padrão restrito e repetitivo de comportamento, interesses ou atividades.

Comentários