Suplementos alimentares

Os mais indicados para eliminar massa gorda, melhorar a memória e ganhar mais energia

Nem sempre a nossa alimentação e estilo de vida são os mais equilibrados.

Os suplementos alimentares podem, no entanto, ser «uma forma de compensar eventuais carências nutricionais com importantes consequências para o organismo», explica Pedro Lôbo do Vale.

À imagem da procura, a oferta é muito variada.

Por isso, antes de optar por um suplemento alimentar, tenha em atenção «a adequação das substâncias escolhidas à situação em que se encontra (doenças pré-existentes, por exemplo) e também os critérios de qualidade e segurança transmitidos pelas marcas que os comercializam», alerta o médico. Apesar de não ser obrigatório, «o aconselhamento de um nutricionista ou técnico de saúde será uma mais-valia», realça ainda.

Situações especiais


Como refere Pedro Lôbo do Vale, as contraindicações dos suplementos são raras mas «poderá ocorrer alguma reação adversa a substâncias presentes nos suplementos alimentares», pelo que deve ficar atenta.

Para não correrem riscos, mulheres grávidas até ao terceiro mês e a amamentar devem pedir uma opinião ao seu médico antes de começarem a tomar qualquer tipo de suplemento, aplicando-se o mesmo no caso de existir alguma patologia. Em relação ao tempo de toma, este poderá variar mas «deverá ser sempre em função da finalidade a que se destina e da reação individual de cada organismo», indica o especialista.

Ver artigo completo

Comentários