Sabe como funciona o coração?

A explicação técnica de um cardiologista

Este órgão muscular, que assegura a circulação sanguínea devido às suas contrações regulares, fornece oxigénio a todo o organismo e liberta-o do dióxido de carbono.

Perceber como este funciona é essencial para que, por exemplo, compreenda certos problemas de saúde relacionados com o coração.

Com a ajuda do cardiologista Manuel Carrageta, perceba o que se passa neste órgão.

O sangue, pobre em oxigénio e sobrecarregado de dióxido de carbono de todo o corpo, chega, através das veias cavas superior e inferior, à aurícula direita, que se enche e o impulsiona para o ventrículo direito. Este bombeia-o através da válvula pulmonar para as artérias pulmonares, para que chegue aos pulmões.

Depois de absorver oxigénio e libertar dióxido de carbono nos pulmões, circula pelas veias pulmonares até ao coração. Entra pela aurícula esquerda, que o empurra para o ventrículo esquerdo, sendo depois impulsionado através da válvula aórtica para a artéria aorta, que o transporta para o resto do corpo, exceto para os pulmões. O próprio coração alimenta-se desse sangue, através das artérias coronárias na sua superfície. E o ciclo recomeça.

Preserve-o

- Faça 60 minutos de treino de resistência por semana. Corra ou caminhe três vezes por semana durante 20 minutos, sem parar, ao ponto de transpirar ou ficar ligeiramente sem fôlego.

- Coma peixe três vezes por semana. Salmão, bacalhau e robalo contêm ácidos gordos ómega 3 que ajudam a diminuir os triglicéridos no sangue, que favorecem o surgimento de placa nas artérias.

- Reduza o stresse. As emoções negativas podem aumentar a tensão arterial e provocar obstrução das artérias, dificultando a circulação.

Números importantes

- 60 a 70 é o número de vezes que o coração bate, em média, por minuto.

- 120 a 130/80 a 85 mmHg é o intervalo de referência da tensão arterial normal em pessoas saudáveis.


Texto: Rita Miguel com Manuel Carrageta (cardiologista e presidente da Fundação Portuguesa de Cardiologia)

artigo do parceiro:

Comentários