A rosácea exige aconselhamento médico e, em função da fase em que se encontra, pode ser necessário recorrer ao uso de medicamentos:

  • Para aplicação na pele – em pomada ou em gel, para o alívio da vermelhidão e diminuição da inflamação;
  • Antibióticos – nas situações de maior gravidade.

Controlar os sintomas da rosácea passa por conhecer os fatores desencadeantes, mantendo a pele a salvo de tudo o que a agrava, e por adotar cuidados simples, que ajudam muito no dia a dia:

  • Limpe a pele do rosto com pequenos toques, sem esfregar;
  • Aplique, depois do tratamento, um protetor solar adequado ao seu fototipo e tipo de pele;
  • Evite ambientes muito quentes ou muito frios; proteja o rosto com um chapéu quando exposta so sol e com um lenço ou cachecol nos dias frios;
  • Pratique atividade física com moderação.

Automedicação não!

Alguns sinais de rosácea podem confundir-se com acne. No entanto, são patologias diferentes e, consequentemente, a forma de tratar não é igual. Não escolha produtos sem o aconselhamento de um profissional habilitado pois alguns podem agravar a rosácea.

Na Farmácia encontra informação fidedigna sobre a rosácea e os produtos indicados para controlar a doença. Em caso de dúvida, não hesite: solicite a ajuda do seu farmacêutico!

Saiba mais em www.revistasauda.pt