Reduzir o colesterol na gravidez sem medicação

Saiba o que deve ingerir para o conseguir

O colesterol elevado é um fator de risco de doença cardiovascular, como a hipertensão, que pode ter implicações no crescimento do bebé.

A manutenção de níveis equilibrados pode ser conseguida, na maioria dos casos, através de uma alimentação equilibrada, complementada pela prática de exercício físico. A chamada dieta mediterrânica caracteriza-se pela ingestão de alimentos de origem vegetal, pouco refinados e próprios da época.

Respeite os seguintes princípios para reduzir os níveis de hipercolesterolemia durante este período:

- Privilegie o consumo de hortaliças, fruta, pão, outros cereais, batatas, leguminosas, frutos secos e sementes.

- Adote o azeite como principal gordura do seu regime alimentar.

- Prefira peixe e carnes brancas a carnes vermelhas.

- Dê preferência a cozidos e grelhados.

- Valorize as sopas e saladas com legumes, especialmente os muito corados (verde escuro, amarelo, laranja e vermelho).

- Consuma laticínios (leite, iogurtes e queijo) magros.

- Evite produtos de charcutaria, natas, gelados, queijos gordos, manteiga, margarinas duras e banha.

- Restrinja o consumo de chocolates, bolos e biscoitos.

Atividade física

A diminuição dos níveis de colesterol é promovida sobretudo por atividades cardiovasculares (como caminhar a passo apressado) e musculares, benéficas na regulação do peso. Durante a gravidez estão contraindicados os abdominais e exercícios como corrida, step ou outros com impacto. A natação e a hidroginástica podem ser benéficas, mas deve ser ponderado o risco individual de infeções. Para evitar complicações, é essencial uma orientação médica adequada a cada etapa da gravidez.


artigo do parceiro:

Comentários