Rastreio de prevenção e diagnóstico das doenças da Tiroide

Tiroide é uma das maiores glândulas endócrinas do corpo humano
Análise Clinica - TSH
A Tiroide é uma das maiores glândulas endócrinas do corpo humano. Localizada no pescoço, é responsável pela produção e libertação de duas hormonas na corrente sanguínea, a triiodotironina (T3) e tiroxina (T4). Estas hormonas desempenham funções vitais, nomeadamente ao nível do metabolismo e funcionamento do organismo.
A atividade da Tiroide é controlada por duas glândulas, a hipófise que se localiza no cérebro e é responsável pela produção da TSH (hormona estimuladora da Tiroide) e o hipotálamo, porção do cérebro que se situa acima da responsável.
A determinação da TSH é geralmente requisitada pelo médico para avaliar o desempenho da Tiroide, nomeadamente em casos onde o paciente revela sintomas de distúrbios de hipertiroidismo e/ou hipotiroidismo, ou mesmo quando a glândula revela sinais de aumento.
Realizada a partir de uma amostra de sangue venoso de uma veia do antebraço, esta análise é ainda utilizada para monitorizar a eficácia de um tratamento prescrito a um doente com um distúrbio na Tiroide.
Um resultado de TSH elevado indica que a glândula da Tiroide não está a responder adequadamente à estimulação da TSH devido a algum tipo de disfunção grave ou crónica da Tiroide, originando hipotiroidismo. Pode igualmente indicar um problema com a hipófise, quando por exemplo um paciente possui um tumor, gerando a produção descontrolada de níveis de TSH.
Um resultado de TSH baixo indica que o paciente apresenta um excesso de produção de hormonas tiroideias - hipertiroidismo. Em raras situações, este resultado pode ser motivado por uma lesão da hipófise que impede que esta esteja a produzir quantidades adequadas de TSH.
Por Germano de Sousa
artigo do parceiro:

Comentários