Quer poupar dinheiro e ter mais saúde? Faça exercício!

A American Heart Association recomenda a prática de, pelo menos, meia hora de exercício aeróbico moderado a intenso para conseguir reduzir as suas despesas em mais de 2.000 euros.

Já se sabe que a prática regular de exercício físico traz vários benefícios para a saúde, reduzindo o risco de diversas doenças. Um estudo publicado no Journal of the American Heart Association, nos Estados Unidos da América, veio realçar que a prática de exercício influencia as despesas médicas anuais tanto de pessoas saudáveis como de quem tem risco cardiovascular. Um novo argumento de peso para os defensores da atividade física.

Pessoas com doenças cardíacas, como é o caso da doença coronária, das arritmias e de doença arterial periférica, que respeitaram as metas semanais de exercício físico moderado a intenso pouparam, em média, 2.500 dólares (o equivalente a cerca de 2.226 euros) em despesas de saúde, em comparação com os que não o fizeram, pois tinham um menor risco de ser hospitalizados, medicados e dar entrada nas urgências.

A American Heart Association, um prestigiado organismo internacional, recomenda a prática de, pelo menos, meia hora de exercício aeróbico moderado (como a caminhada rápida) a intenso (como a corrida e outras modalidades fisicamente mais exigentes), cinco dias por semana para reduzir o risco cardíaco. Veja também a galeria de imagens com 4 exercícios que lhe garantem uma tonificação global.

artigo do parceiro:

Comentários