Quer diminuir a gordura abdominal?

A cirurgia que permite redefinir a barriga

O excesso de gordura ou de pele abdominal devido, por exemplo, a uma repentina perda de peso é um problema comum entre os homens.

Também surge, frequentemente, a necessidade de reconstrução da parede abdominal devido a uma separação dos músculos abdominais ou à presença de hérnias. A remodelação da barriga através da cirurgia estética pode ser a resposta para este problema.

Este procedimento requer, no entanto, alguma atenção especial para com as especificidades da anatomia do homem, que lhe explicamos de seguida.

A solução

A abdominoplastia é uma intervenção na zona abdominal que tem como objectivo redefinir esta parte do corpo, retirando o excesso de gordura e/ou pele existente, de forma a torná-la mais harmoniosa.

Como é feita

No início da cirurgia, é feita uma incisão na linha de demarcação dos pêlos púbicos, de uma crista ilíaca a outra. A incisão é realizada de forma a esconder a cicatriz na linha da roupa interior. Depois, «é feito um deslocamento da parede abdominal para que possam ser feitas as correcções, sendo posteriormente fechada», explica o cirurgião plástico Nuno Ramos. Caso se verifique que os músculos abdominais estão flácidos e separados, estes são suturados com pontos internos permanentes, formando uma espécie de cinta interna.

Por que é diferente aplicar esta técnica num homem?

Porque «as linhas corporais são diferentes e é essencial ter atenção à anatomia masculina para que as linhas da zona abdominal e da pélvis fiquem em harmonia», explica Nuno Ramos. A anestesia pode ser geral, epidural ou local e o internamento demora, normalmente, dois dias. Os pacientes sentem, geralmente, alguma dor até 48 horas após a operação.

Aconselha-se a utilização de uma cinta compressora na zona do abdómen, o que proporciona maior conforto e permite reduzir o inchaço. O tempo de recuperação varia mas a maioria dos pacientes regressa ao trabalho três a quatro semanas depois e o preço situa-se entre 5000 e 7000 euros.

Resultados

O abdómen fica mais definido e liso, deixando o paciente com uma cintura mais fina e uma silhueta mais esguia. «Atenção que, normalmente, apenas com esta intervenção, não é possível definir e tonificar os músculos de forma a criar o chamado six-pack, tão ansiado pelos homens», alerta Nuno Ramos. A tonificação dos músculos terá de ser feita de outra forma, depois da cirurgia, nomeadamente através da prática de exercício-físico.

Texto: Ana Catarina Alberto com Nuno Ramos (cirurgião plástico)

artigo do parceiro:

Comentários