Plantas que combatem a ansiedade

Plantas indicadas pela naturopatia para relaxar sem perder energia no dia a dia

No tratamento da ansiedade em 32 pacientes, a eficácia da passiflora (usando apenas 45 gotas/dia) foi comparada com o oxazepam (30 mg/dia), um fármaco ansiolítico. Após quatro dias de tratamento, ambos os tratamentos tiveram a mesma eficácia, mas o fármaco apresentou mais efeitos adversos, principalmente relacionados com uma diminuição da capacidade de trabalho, divulgou o Journal of Clinical Pharmacy and Therapeutics, num estudo publicado em 2001.

O poder das plantas e da naturopatia tem sido reconhecido e elogiado por vários especialistas e profissionais ao longo das últimas décadas. João Beles, naturopata e professor no Instituto de Medicina Tradicional de Lisboa, aponta três espécies botânicas que a vão ajudar a relaxar e a diminuir os estados de ansiedade com que, por vezes, é confrontada no seu dia a dia, para que possa desfrutar a vida com uma maior tranquilidade.

Angélica (Angelica archangelica L.)

Acalma o tubo digestivo. Contém furanocumarinas com ação sedativa. Faça uma infusão com duas colheres (de sopa) em meio litro de água quente durante cerca de 10 minutos. Não beba mais de um litro por dia, salvo aconselhamento do seu naturopata ou médico.

Alfazema (Lavandula angustifólia L.)

Melhora o sono e ajuda a tratar cefaleias e facilita a digestão, especialmente se estes problemas se agravam com o stresse. Os constituintes do seu óleo essencial (linalol e acetato de linalilo) têm propriedades sedativas e tónicas cerebrais. Utilize como óleo essencial, fazendo entre 5 a 10 inalações, duas a quatro vezes por dia. Se preferir, aplique diretamente na pele (se não houver reação alérgica) ou como óleo de massagem.

Passiflora (Passiflora incarnata L.)

Reduz as palpitações e as alterações nos ritmos cardíacos. Contém substâncias (alcaloides), com ação ansiolítica e fitoesteróis com um efeito de regulação hormonal. Faça uma infusão (2 g para um litro de água) ou ingira-a em cápsulas 500 a 1000 mg, duas a três vezes por dia. Pode também optar por extrato fluído (1:1), 1 ml duas a três vezes por dia.

Tisana relaxante com angélica, alfazema e passiflora

Junte uma colher (de sopa) de angélica, alfazema e passiflora. Deixe em infusão durante cerca de 10 minutos. Beba ao jantar e uma hora antes de se deitar. Complemente com um banho quente para os pés com uma colher (de sopa) de sal marinho em água quente.

Revisão científica: João Beles (naturopata e professor no Instituto de Medicina Tradicional de Lisboa)

artigo do parceiro:

Comentários