O que é a vertigem?

A tontura é uma queixa comum e bem conhecida da população e pode ter várias causas, entre elas um problema do ouvido interno. O médico otorrinolaringologista Leonel Luís explica-lhe mais.

A vertigem é um tipo específico de tonturas: é expressa pelo doente como uma ilusão de movimento, uma sensação de deslocação dos objetos circundantes em relação ao indivíduo ou vice-versa.

Mais frequentemente são rotatórias (ao doente parece-lhe andar tudo à sua volta a elevada velocidade, como se andasse num carrossel), embora também possam manifestar-se como não rotatórias, sendo relatadas como se o indivíduo fosse empurrado para um dos lados ou ainda como a sensação de descida ou de subida, como ocorre na coberta de um navio, ou ainda como a queda num poço.

De onde vem o equilíbrio?

O equilíbrio é a função que nos permite mexer a cabeça para olhar para os objetos que nos rodeiam mantendo-os imóveis e “nítidos” no nosso campo de visão, permanecer em pé “estáveis” e deslocarmo-nos sem cair. Resulta da organização harmoniosa das informações:

- Vestibular, que são sensores da posição e da velocidade do movimento da cabeça, localizados no ouvido interno;
- Visual, que detecta a configuração do meio ambiente, com a forma e a distância dos objetos circundantes;
- Proprioceptiva, que são sensores da sensibilidade que se encontram nos ossos, articulações e músculos e na planta dos pés, que fornecem a posição e o movimento realizado pelos membros e a forma/orientação da superfície de apoio, bem como são responsáveis pela estratégias de equilíbrio para manter a estabilidade do corpo e da cabeça na posição de pé e evitar quedas).

Independentemente da sua proveniência, estas informações sensoriais recolhidas pelos vários sistemas são integradas em estruturas do sistema nervoso central e vão exercer a sua ação, visando estabilizar a visão, sobretudo quando realizamos movimento com a cabeça e também estabilizar a postura, por ação dos músculos anti-gravitacionais (musculatura cervical, lombar e dos membros inferiores), que se opõem à ação da gravidade e assim evitar quedas.

Comentários