O essencial sobre os nebulizadores

Conheça o que são e para que servem os nebulizadores.

Os nebulizadores são dispositivos que produzem um aerossol, ou seja, um gás que contém uma suspensão de matérias sólidas ou líquidas, sob a forma de partículas muito finas.

O tratamento com recurso a nebulizadores é conhecido como aerossolterapia, e consiste na administração de medicação por via inalatória, recomendada principalmente no tratamento de doenças das vias aéreas superiores e dos pulmões.

Para que são utilizados?

Apesar de na maior parte das situações ser possível recorrer a dispositivos mais simples, os nebulizadores continuam a ser utilizados em algumas situações específicas:

  • Administração de determinados medicamentos, que apenas devem ser administrados usando sistemas de nebulização.
  • Em caso de agravamento de problemas respiratórios, permitindo uma estabilização mais rápida do doente.
  • Quando os doentes não colaboram ou não conseguem utilizar outros dispositivos inalatórios.

Os nebulizadores podem também ser utilizados apenas para a administração de soluções, sem recurso a medicamentos. O soro fisiológico é a solução mais utilizada, indicada sobretudo para humidificar as vias aéreas e/ou fluidificar as secreções.

Que tipos de nebulizadores existem?

Estão disponíveis três tipos básicos de nebulizadores, que diferem no modo como produzem o aerossol: pneumáticos, ultrassónicos e, mais recentemente, eletrónicos.

A escolha deve ter em conta a localização do problema respiratório, bem como o medicamento a administrar, portanto é importante que obtenha a recomendação de um profissional de saúde.

Os nebulizadores podem ser utilizados com aplicadores bocais ou máscaras. Os primeiros apresentam maior eficácia e por isso devem ser considerados sempre que possível. Contudo em bebés e crianças mais pequenas que ainda não colaboram, podem utilizar-se as máscaras.

Como utilizar um nebulizador?

Tendo em conta que a utilização pode ser por vezes complexa, quando compra um aparelho de aerossol é importante que o profissional de saúde lhe explique detalhadamente como administrar os medicamentos, mas também as instruções de manutenção e de limpeza dos equipamentos.

Há, no entanto, cuidados básicos que pode ficar desde já a conhecer:

  • Lave as mãos antes de iniciar o procedimento.
  • Verifique as condições gerais do aparelho e dos acessórios. Após um período prolongado sem utilização, lave, desinfete, e se necessário, substitua as máscaras, bocais e tubos.
  • Conecte o nebulizador com a máscara ou bucal (através do tubo).
  • Prepare a nebulização de acordo com a indicação do médico.
  • Inicie a nebulização. Respire lentamente até terminar (cerca de 10 a 15 minutos).
  • Após a nebulização, bocheche e gargareje com água e deite fora.
  • Limpe cuidadosamente o equipamento e armazene-o num lugar seco até à próxima utilização.

artigo do parceiro:

Comentários