O choro do bebé

Conheça as causas e como deve atuar

O choro pode dever-se a causas físicas, como a fome, o sono, o frio ou calor, estar sujo ou molhado, ou emocionais, como aliviar a tensão, querer chamar a atenção dos pais ou pedir mimo, entre outras situações.

Segundo a pedriatra e coordenadora do Centro da Criança do Hospital Cuf Descobertas Ana Serrão Neto, a tranquilidade é importante para o bebé se sentir compreendido. Além disso, se as causas físicas forem excluídas e o choro persistir, pode haver uma causa emocional.

Por norma, o choro acalma e cede quando o bebé é confortado com medidas como:

- Pegar-lhe ao colo, aconchegando-o junto ao peito.
- Envolvê-lo com uma manta, com os braços e pernas fletidos.
- Oferecer-lhe chucha.
- Evitar barulho e diminuir a intensidade das luzes.
- Embalar e cantar ou colocar música relaxante.

Saiba ainda que um choro energético e persistente que acalma quando a mãe lhe dá de mamar pode significar fome. Já um choro melódico e contínuo é sinal de sono. O choro forte e inconsolável é sinónimo de dor ou desconforto.


artigo do parceiro:

Comentários