Identificada molécula que protege cancro do pulmão

Investigadores dão mais um passo na prevenção e tratamento desta doença

Um grupo de investigadores da Boston University School of Medicine, nos Estados Unidos da América, identificou uma molécula que tem a capacidade de inibir o crescimento de células cancerígenas nos pulmões.

Estas encontram-se em menor quantidade em indivíduos com cancro.A descoberta poderá ajudar a diagnosticar a doença numa fase precoce e constituir uma forma de tratamento através da estabilização para níveis normais daquela molécula.

O cancro do pulmão, a segunda causa de morte por doença oncológica em Portugal, é o tumor mais frequente este os homens. No entanto, a sua ocorrência também tem vindo a aumentar na população feminina. Nalguns países desenvolvidos, o cancro do pulmão já mata mesmo mais do que o cancro da mama. Em Portugal, são diagnosticados, todos os anos, mais de 3 000 novas ocorrências. Para saber mais sobre o cancro do pulmão, clique aqui.


artigo do parceiro:

Comentários