Hérnia discal

Uma postura incorrecta ou esforços inadequados podem estar na origem deste deslocamento vertebral

Caracteriza-se por um deslocamento de um disco intervertebral que provoca a compressão das estruturas nervosas vizinhas. O disco intervertebral é uma cartilagem situada entre as vértebras da coluna, pelo qual passa a espinal medula, que tem a função de amortizar o choque entre os ossos vertebrais. O disco pode danificar-se por alterações degenerativas ou traumatismos provocados por excesso de peso, esforços inadequados ou má postura.

Se a pressão sobre a estrutura nervosa for débil, o que sucede em certos casos, altera-se só a sensibilidade, mas se for mais profunda é possível que se altere também a função motora.

Sintomas

Genericamente, manifesta-se com dor, inicialmente na região afectada e depois irradia noutras direcções. Se a lesão se produzir nas vértebras cervicais pode-se sentir dor nos ombros e braços. Se for a nível lombar, o efeito manifesta-se nas pernas e nos pés. Em casos mais avançados, pode desenvolver-se atrofia muscular.

Tratamentos

Repouso com analgésicos e anti-inflamatórios e, eventualmente, fisioterapia. Só em 1 a 2% dos casos é necessária cirurgia.

Como prevenir

A melhor prevenção passa por manter uma boa condição física mediante a prática de exercício regular e zelar por uma boa postura, quer esteja sentada, deitada, em pé ou a levantar um peso. Também é recomendável evitar o excesso de peso corporal.

Entre os tratamentos mais recentes destacam-se as infiltrações de medicamentos com propriedades analgésicas e anti-sépticas, em particular as infiltrações de ozono, uma forma alotrópica do oxigénio, sem efeitos secundários nem contra-indicações.

artigo do parceiro:

Comentários