H20 para um corpo hidratado

A água é decisiva numa alimentação saudável e desempenha um papel crucial na saúde e bem-estar.

Setenta e cinco por cento do corpo de um recém-nascido é constituído por água e, à medida que vamos envelhecendo, essa proporção vai diminuindo. Continua, no entanto, a ser o principal componente do nosso organismo.

A água integra o funcionamento de todos os sistemas e órgãos, auxiliando no transporte de nutrientes e na eliminação de resíduos através da urina. Regula a temperatura corporal, através da transpiração; promove o adequado funcionamento muscular e protege as articulações; auxilia no adequado funcionamento intestinal, prevenindo a obstipação; contribui para a preservação da elasticidade da pele e para o funcionamento cognitivo​.​

Ao longo do dia perdemos água através da respiração, da transpiração, da urina e das fezes e, por isso, é fundamental repor as perdas para a manutenção do equilíbrio hídrico do organismo.​​

Quais as recomendações de ingestão de água? De acordo com um estudo liderado por Patrícia Padrão em 2012, as recomendações de ingestão hídrica indicam que as mulheres devem ingerir diariamente, em média, 2 litros de água e os homens 2,5 litros.

Setenta e cinco por cento das necessidades de água deverão ser provenientes de bebidas: 1,5 litros para as mulheres e 1,9 litros para os homens. O estudo baseou-se nas recomendações de 2010 da Autoridade Europeia para a Segurança Alimentar.

Litro e meio e 1,9 litros de água correspondem aproximadamente a 8 e 10 copos (200ml por copo, em média), respectivamente.

​No entanto, a necessidade diária de água deve ser adaptada às características individuais e ambientais. Por exemplo, poderá necessitar de ingerir maior quantidade em situações patológicas, como a febre, diarreia e vómito; na gravidez e na lactação; com temperaturas extremas ou altitude elevada; ou na prática de exercício físico.

A ingestão de água deverá ser feita em pequenas quantidades, visto que a absorção de água poderá ser maior quando o volume de líquidos é repartido. Deve distribuir os copos de água ao longo do dia, antecipando a sensação de sede. É ainda importante que associe a ingestão de alimentos ricos em água, como, por exemplo, melancia, melão, laranja, leite e iogurte, sumos de fruta 100% e sopa de produtos hortícolas.

​Se não gosta de água, pode adicionar chá ou tisanas, pequenas porções de sumo de fruta, como limão ou laranja, aromatizar com hortelã ou hortelã-pimenta, rodelas de limão ou laranja, canela, framboesas inteiras ou bagos de romã. Sem adicionar açúcar!

Texto de Tânia Cordeiro (Nutricionista)

artigo do parceiro:

Comentários