Evite dificuldades no tratamento da apneia do sono

Se utiliza, ou conhece alguém que utiliza, um CPAP (acrónimo do inglês “Continuous Positive Airway Pressure” ou pressão positiva contínua na via aérea, em português) ou um auto-CPAP, este texto é definitivamente para si.

O CPAP, ou o auto-CPAP, está indicado no tratamento da Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS). Consiste num pequeno dispositivo que administra um fluxo de ar constante (CPAP) ou variável (auto-CPAP), através de um tubo e de uma máscara.

O ínicio do tratamento pode ser frustrante em alguns casos e pode até sentir-se desmotivado e pensar em desistir do tratamento. Muitas vezes, esses sentimentos advêm dos principais problemas já commumente identificados que podem surgir da normal utilização do CPAP ou auto-CPAP: fugas na máscara, boca ou nariz seco e dificuldade em adormecer.

As boas notícias para si, são que estes problemas são passíveis de serem resolvidos, na maior parte dos casos e deixamos 9 dicas para a sua resolução:

1. Tamanho da máscara errado ou modelo da máscara inadequado para si.

É importante, para uma boa eficácia do seu tratamento, que utilize a máscara com o tamanho correto para a sua face. Existem diferentes conformações de “narizes”, o seu nariz não é igual ao do seu vizinho e, como tal, têm necessidades distintas relativamente às máscaras – quer no seu tamanho, quer no seu estilo. Existem dezenas de modelos de máscaras diferentes, desde as somente nasais às faciais (que cobrem o nariz e a boca), ou então as almofadas nasais que se colocam diretamente nas narinas.

Fale com o seu médico ou com o seu prestador de cuidados no domicílio (PCD) relativamente a este assunto, de forma a chegarem à solução mais indicada para si.
É importante referir que um modelo inadequado, ou apenas um mau ajuste da máscara, pode condicionar a utilização do CPAP/auto-CPAP. Se tiver dúvidas na colocação da máscara, contacte o seu PCD para que lhe disponibilizem um treino adequado.

2. Intolerância à pressão

De forma a melhor tolerar a pressão do dispositivo, pode (nos modelos onde está disponível) ativar a “rampa” do dispositivo. Este modo de conforto dos dispositivos permite começar com uma pressão mais baixa que vai aumentando gradualmente para a pressão prescrita pelo seu médico. O seu médico poderá ajudá-lo neste aspeto.

Comentários