Doenças das novas tecnologias

Juntamente com os benefícios, as novas tecnologias trazem também … algumas patologias!

A oferta é muita e cada vez passamos mais tempo imersos neste novo mundo. Porém, ao que parece, não trazem apenas acesso quase imediato a tudo aquilo que precisamos/desejamos. Começam a surgir doenças “filhas” da utilização abusiva dos smartphones, tablets e até “simples” computadores portáteis. A forma de preveni-las? Muito simples. Reduza ao essencial o tempo de exposição ao smartphone, tablet e computador. Sempre que possível, fale com as pessoas em vez de comunicar por sms, email ou chat. Vai ver a mudança de hábitos fará toda a diferença para a sua saúde e, provavelmente, para a sua vida social.

Privação de sono  - Já é conhecido que ver televisão na cama ou estar ao computador adiam a chegada natural do sono. Não são os únicos. Especialistas da Mayo Clinic referem que utilizarmos o smartphone ou tablet antes de irmos dormir vai interferir com os ciclos de sono, já que as luzes perto do nosso rosto inibem a libertação de melatonina e impedem-nos de entrar no estado que antecede o momento de adormecermos.

Tendinite do polegar  - O uso excessivo do polegar para escrever mensagens no telemóvel/ smartphone, utilizar o tablet ou jogar em consolas pode originar o denominado texting thumb, que pode originar dor, dormência ou sensação de dedo a latejar. Segundo um estudo publicado no Canadian Medical Association Journal, a hiperextensão e o posicionamento estranho que forçamos o polegar a ter podem fazer que os tendões na base do dedo fiquem inflamados.

Cervicalgia - iPosture é o nome dado a esta doença pelas razões óbvias. Uma pesquisa de 2012 conduzida pela Simplyhealth, empresa prestadora de cuidados de saúde britânica, apurou que cerca de 84% de jovens entre os 18 e os 24 anos queixavam-se de dores no pescoço (“text neck”) e nas costas (especialmente na zona inferior das coluna), dado passarem muito tempo sentados, de costas curvadas, a usar o smartphone, tablet ou computador. Este tipo de dores podem ser prevenidas através de uma postura correta quando estamos sentado e para a qual contribui a prática regular de exercício físico. 

Hipertermia escrotal  - Afeta especificamente os homens que se sentam com o portátil ao colo. Se a parte inferior do aparelho ficar muito quente, os testículos sobreaquecem e a produção de espermatozoides faz paragens – este efeito poderá ter a duração de alguns meses.

Nomophobia - Esta designação é uma abreviatura para no-mobile-phone phobia ou, em português, fobia de não ter o telemóvel. Segundo um estudo recente, 66% das pessoas sofrem deste problema, que pode causar ansiedade que se manifesta a através de suores, tremores e náusea.

Cyberdoença - Cybersickness, no original, é um problema provocado pela tecnologia que permite aos smartphones e tablets proporcionar a ilusão de terem três dimensões – em que os objetos se vão movendo mais devagar quanto maior for o grau de “profundidade” em que estão no ecrã. O efeito secundário desta tecnologia nos utilizadores, que estão parados, é provocar enxaquecas, vertigens e náuseas.

Síndrome de vibração fantasma - Também chamada ring-xiety, afeta sete em dez utilizadores de telemóvel e consiste na crença de que o telemóvel está a vibrar ou a tocar… quando não está. Embora não existam muitos dados sobre este problema, crê-se que o stresse pode agravar a incidência desta síndrome.

Eritema ab igne (EAI) - Trata-se de uma reação cutânea provocada pela exposição prolongada ao calor. Originalmente era um problema notado com frequência em idosos que se sentavam muito perto de lareiras ou aquecedores elétricos.

Hoje em dia, este problema afeta as pessoas que se sentam com o computador portátil ao colo durante algumas horas. Quando a parte inferior do portátil atinge temperaturas elevadas, pode surgir o eritema ab igne (em latim significa «do fogo», que pode provocar vermelhidão e manchas na zona das coxas.

Não se esqueça

Faça pausas regulares quando estiver a usar o computador (fixo ou portátil), tablet ou telemóvel. Sente-se com as costas direitas e, de 20 em 20 minutos, levante-se e role os ombros e o pescoço ou caminhe um pouco para melhorar o fluxo sanguíneo. 

Artigos relacionados:

10 conselhos para dormir melhor

Desligue o telemóvel

Logo mais receitas final

Comentários