Doença venosa crónica

Pernas pesadas e inchadas são um dos principais sintomas

Sente as suas pernas pesadas, cansadas e inchadas? Agora que o verão chegou, é tempo de conhecer melhor a doença venosa crónica e os seus sintomas para saber o que pode fazer para a prevenir.

A doença venosa crónica afeta, em Portugal, cerca de três milhões de adultos, sendo diagnosticados todos os anos 70.000 novos casos. A incidência é maior no sexo feminino.

Esta é uma doença muito vasta que engloba um conjunto de sinais (o que se vê) e sintomas (o que as pessoas se queixam) que resultam da alteração estrutural e disfunção das veias dos membros inferiores. Estas deixam de cumprir a sua função de transporte do sangue de regresso ao coração.

É esta disfunção que irá ser responsável por um conjunto de manifestações clínicas, que vão desde o simples cansaço, sensação de peso nas pernas e varizes até quadros clínicos bem mais complexos e incapacitantes, como a úlcera venosa (ferida aberta na perna).

Fatores de risco

Podem ser divididos em dois grupos:

- Fatores influenciáveis

São os que podemos alterar, tais como a obesidade e perímetro abdominal, o ortostatismo e posição sentada prolongada e a exposição ao calor. Todos estes, fatores com forte associação à doença venosa crónica.

- Fatores não influenciáveis

São os que não podemos alterar, nomeadamente as alterações hormonais, especialmente na gravidez (forte associação à doença venosa crónica), bem como a e a dieta alimentar seguida, além da obstipação, da roupa apertada, de grandes períodos como as pernas cruzadas, o tabaco e o álcool, este com baixa ou inexistente associação à doença venosa crónica.

Os sintomas a que deve estar atenta

Os sintomas da doença venosa crónica passam pela sensação de peso e cansaço nas pernas (especialmente ao fim do dia), uma dor difusa nas pernas (geralmente do joelho para baixo), pernas e pés inchados, cãibras noturnas e comichão.

Outro sintoma é o aparecimento de pequenas varizes e/ou derrames, principalmente à volta dos tornozelos, coxas e barriga das pernas. E embora os sintomas desta doença se acentuem no verão, os cuidados devem ser uma constante durante todo o ano, pois a doença é crónica e evolutiva.

Cuidados preventivos

A prevenção e redução dos sintomas iniciais da doença venosa crónica é possível através de algumas alterações no nosso estilo de vida. Podemos, assim, exercer um controlo dos fatores de risco influenciáveis. Pode, por exemplo, fazer passeios curtos a pé ou de bicicleta, aumentando progressivamente a distância.

Praticar desporto regularmente (em especial natação), manter as pernas ligeiramente elevadas durante a noite e evitar banhos de imersão quentes, sauna, banhos de sol, depilação com cera quente (o calor dilata as veias) são outros dos cuidados sugeridos. Além disso, devem utilizar produtos que aliviem os sintomas de desconforto diário, nomeadamente situações de pernas pesadas, pernas cansadas e inchadas.

Utilizar meias e/ou collants de compressão ligeira é outro dos cuidados a ter. Marcas como a Ibici têm no mercado uma completa gama de meias e collants de compressão, para a saúde e conforto das pernas. A maioria deles são tão finos e atrativos que ninguém perceberá o seu uso. Apenas as suas pernas e o seu bem-estar os vão sentir.

artigo do parceiro:

Comentários