Doença de Addison

Uma doença rara de foro endócrino que pode ser causa de muitas perturbações

Conhecida também como insuficiência córtico-supra-renal, caracteriza-se pela produção insuficiente de hormonas corticoesteróides pelas glândulas supra-renais ou adrenais (situadas acima dos rins).

As causas são várias e os sintomas pouco perceptíveis no início. No entanto, o défice destas hormonas está na origem de muitas perturbações e, na ausência de tratamento, pode ser fatal.

Em 70 por cento dos casos crê-se que as glândulas supra-renais são destruídas por uma reacção auto-imune do organismo. Por razões desconhecidas, o corpo fabrica anticorpos que reagem contra as células dos tecidos destas glândulas. Em 30 por cento dos casos, são destruídas por outras doenças como o cancro e a amiloidose ou infecções como a tuberculose.

Sintomas

Os sintomas vão surgindo ao longo de anos ou décadas, principalmente durante períodos de stress, quando o organismo necessita mais da hormona cortisol. A insuficiência de corticosteróides faz com que o paciente se sinta fraco, cansado e enjoado. A pele escurece e surgem manchas negras na testa, no rosto e nos ombros e uma coloração azul-escura em volta dos mamilos, lábios, boca e órgãos genitais.

Na maior parte dos casos também há perda de peso, desidratação, perda do apetite, dores musculares, náuseas, vómitos, diarreia e intolerância ao frio. Se a doença não for tratada, podem aparecer dores abdominais intensas, enfraquecimento profundo, pressão arterial muito baixa, insuficiência renal e, até, morte.

Tratamento

Consiste na terapêutica hormonal de substituição, ou seja, na administração de hormonas sintéticas semelhantes às naturais que estão em falta, principalmente cortisol. O tratamento deve ser mantido ao longo da vida mas, a partir do momento em que o organismo recupera os níveis normais de cortisol, os sintomas cedem e o paciente pode levar uma vida praticamente normal.

Incidência

A doença aparece em qualquer idade e afecta homens e mulheres indiscriminadamente.

Diagnóstico

Como os sintomas se iniciam lentamente e são subtis, a doença de Addison passa, frequentemente, despercebida. Por vezes, um estado de stress intenso, devido a acontecimentos como um acidente, uma cirurgia ou uma doença grave, torna os sintomas mais evidentes e desencadeia uma crise. Terão de ser feitas várias análises cujos resultados, em conjunto, confirmam o diagnóstico.

artigo do parceiro:

Comentários