Dermatite de contacto: Quando a pele reage ao toque

Há produtos do dia a dia que quando entram em contacto com a pele podem causar irritação ou alergia, desencadeando a dermatite de contacto. O melhor remédio é mantê-los longe, evitando ao máximo o seu contacto com a pele.

A dermatite de contacto é uma reação da pele causada, como o nome indica, pelo contacto direto com algumas substâncias ou materiais.

Esta reação é visível à flor da pele e pode surgir com:

  • Comichão, por vezes muito intensa;
  • Vermelhidão (eritema), calor e inchaço;
  • Sensibilidade ao toque;
  • Pequenas borbulhas e bolhas com líquido que ao secarem formam crostas.

Normalmente, os sintomas manifestam-se apenas na área que contactou com a substância, mas nem sempre é assim.

As duas faces da dermatite

A dermatite de contacto apresenta 2 faces, dependendo do mecanismo que a causa:

Irritativa ou traumática – É a mais comum e resulta do contacto com substâncias que alteram a camada protetora da pele, deixando-a sensível: as mãos são as principais vítimas. Os sintomas surgem dentro de 48h na zona da pele que contactou com a substância. Mas, se for uma substância fortemente irritativa, podem surgir de imediato. Este tipo de dermatite pode surgir em qualquer pessoa.

Alérgica – No primeiro contacto com uma determinada substância não surge nenhum sintoma, uma vez que ainda não houve sensibilização. Mas em exposições seguintes podem surgir os sintomas no espaço de 4 a 24 horas. As pessoas podem usar ou estar expostas a determinadas substâncias durante anos sem problemas e, de repente, desenvolver uma reação alérgica. Na maioria das vezes a reação surge na zona da pele que contactou com a substância. No entanto, também pode surgir noutra zona da pele. Este tipo de dermatite surge apenas nas pessoas suscetíveis e uma vez sensibilizadas pela substância basta uma pequena quantidade para desencadear uma reação alérgica.

Os cuidados da pele são umas das áreas de intervenção farmacêutica por excelência. Se reconhece estes sintomas, desloque-se à sua farmácia e solicite informação sobre as causas, consequências, tratamento e prevenção desta reação da pele.

Saiba mais no site das Farmácias Portuguesas

artigo do parceiro:

Comentários