Controlar o apetite

Truques para comer menos e controlar o apetite

O mais difícil numa dieta è controlar o apetite, principalmenteà noite quando dispomos de mais lempoe estamos mais relaxados.

Veja algumas dicas que poderão ajudar-la a controlar o apetite voraz e assim começar a preparar-se para apresentar uma silhueta maravilhosa neste Verão!

Pequeno almoço
Não salte o pequeno almoço e não passe tantas horas sem comer, senão vai acabar por devorar tudo o que aparecerà sua frente.

Reduza a quantidade de hidratos de carbono ingeridos, principalmenteà noite
Os hidratos de carbono em maior quantidade são indicados para pessoas de actividade física mais intensa. Masà noite, o nosso orgasmo não gasta tanta energia e acaba por armazená-la causando aumento de peso ou os"pneuzinhos" indesejáveis. O ideal até seria não consurrnir hidratos de carbonoà noite.

Método da compensação
Se numa das refeiçõescomeu tudo o queria desregradamente, não desanime, narefeição seguinte tente comer alimentos mais leves e saudáveis.

Não mude os seus hábitos alimentares de uma forma radical
Oorganismo precisa de tempo para se adaptar às mudanças. Alterar de uma só vez a sua forma de comer è meio caminho andado para o fracasso de uma dieta, Não leve as travessas/panelas de comida para a mesa. Sirva-se no fogão.

Assim sentír-se-à menos tentada a repetir a refeição. Já as frutas e a salada devem ficar à vista.

Esconda as guloseimas
Se tem filhos ou marido/esposa que gostam de guloseimas, peça-lhes para as esconderem num sítio fora da sua vista,

Frigorífico organizado
Tambémo frigorífico e a dispensa devem estar organizados de tal forma que os alimentos mais saudáveis e menos calóricos estejam à frente.

Beba um sumo natural antes das refeições
Para não comer muito ao jantar ou ao almoço, quandochegara casa depois do trabalho, tome um copo desumo natural de fruta ou de leite magro. O ideal até seria comer ou beber alguma coisa antes de ir para casa. como uma fruta ou uma bebida sem açúcar.

Durma bem
Procure dormir bem, Quando se dorme pouco, o organismo precisa de mais energia e acaba por comer muito mais.

Fonte: Legs&Nails

artigo do parceiro:

Comentários