Conhece o método billings?

É uma boa forma para saber qual o período fértil de uma mulher quando se está a planear uma gravidez.
créditos: Photo by Isabela Kronemberger on Unsplash

Tal como pode favorecer pode também evitar uma gravidez, mas é de extrema importância fazer a ressalva de que não deve 'contar com o ovo no cu da galinha'. O uso de um contracetivo é eficaz e este método pode não ser. Assim sendo, o que é este método e no que consiste? O processo é simples... é só observar a secreção vaginal e perceber qual o melhor dia para a fecundação.

Tal como há a calculadora ou o teste de ovulação, também o método billings é uma maneira natural de saber e conhecer qual o período fértil de uma mulher. Para detetar o mesmo e saber qual a altura provável à ovulação, nada como observar atentamente e perceber as alterações do muco cervical durante um determinado tempo. Ao tomar consciência dos sinais do próprio corpo, tornar-se-á fácil para a mulher saber quando está ou não mais fértil o que, caso seja o pretendido, favorece uma gravidez.

O método billings, conforme referido acima, consiste na observação do muco cervical e nas suas alterações. Para tal, basta introduzir a ponta do dedo na vagina e identificar o tipo de secreção. E como identificar? Por norma, logo após a menstruação, a mulher não tem quase secreção nenhuma, mas após alguns dias é comum ocorrer uma de cor mais opaca e mais peganhenta. Nesta fase de ausência de secreção, vagina mais seca ou muco mais opaco, considera-se um período menos fértil. Por outro lado, no período de ovulação, a secreção vaginal torna-se mais viscosa, transparente e “elástica” (semelhante à clara de ovo).

artigo do parceiro:

Comentários