Como evitar diferentes tipos de cancro

Conheça os inimigos da sua saúde que deve eliminar por completo ou reduzir na sua dieta alimentar

O cancro do colo-rectal é um dos cancros mais facilmente evitável. Uma alimentação rica em fibras é considerada protectora do cancro em geral e deste tipo em particular.

Para preveni-lo, coma poucas carnes vermelhas e mais de cinco porções de fruta por dia, evite fumar, beber álcool e faça, pelo menos, uma hora de exercício diariamente, controlando o peso.

Certas investigações concluíram que os contraceptivos orais e a terapia hormonal de substituição em mulheres na menopausa podem ser benéficas para evitar este tipo de cancro, mas prejudiciais para outros, como o da mama. Alguns estudos afirmam que 325 mg de ácido acetilsalicílico podem diminuir o risco de padecer da doença mas o abuso deste fármaco pode ter efeitos secundários, pelo que é recomendável falar com o seu médico antes de começar a tomá-lo preventivamente.

Cancro da mama


Ingira menos gorduras. A alimentação ocidental caracteriza-se por um elevado conteúdo de gorduras, ao contrário da oriental. Este dado pode explicar o facto de, no Japão, a incidência deste tipo de cancro ser muito baixa e de no nosso país ter valores demasiado significativos.

Para preveni-lo, siga as recomendações de uma vida saudável, ou seja, uma alimentação pobre em alimentos gordos e com um conteúdo elevado de fibra (fruta, verdura, farinhas integrais...), faça exercício físico e deixe de fumar, se é que ainda o faz.

Cancro do pulmão

Diga um não definitivo ao tabaco. O tabaco é responsável por 90 por cento dos casos de cancro do pulmão, pelo que a primeira medida a tomar, se for fumadora, é abandonar o vício. Se não o é, deve saber que um fumador passivo ou ocasional também corre, contudo, risco de padecer da doença.

Para preveni-lo, para além de abandonar o tabaco, é recomendável a ingestão prudente mas frequente de alimentos ricos em vitamina A (gema de ovo, anchovas e leite) e vitamina E (óleos vegetais, sementes, avelãs, amêndoas e abacate), e em selénio (atum fresco, frutos secos, pão e arroz). Consulte o seu nutricionista acerca das doses recomendadas para o seu caso.

Texto: Madalena Alçada Baptista com Tiago Osório de Baros (nutricionista na Dermonutri –
Espaço Saúde e Qualidade de Vida)

artigo do parceiro:

Comentários