Causas da hipertensão arterial

Do estilo de vida às patologias, fique a par dos principais responsáveis por este factor de risco da doença cardiovascular

Em geral, não se consegue detectar uma causa específica de hipertensão na grande maioria dos doentes. Quando a hipertensão arterial (HTA) não tem causa aparente, chama-se-lhe hipertensão essencial. Em estudos realizados nos Centros de Saúde, a HTA secundária, ou seja, com causa detectável, costuma er inferior a 5%. No entanto, em certas séries hospitalares que recebem doentes mais graves, essa percentagem é superior.

Por este motivo (95% sem causa identificada), não é apropriado nem desejável, e nem sequer possível, investigar a causa em todos os indivíduos com HTA. Contudo, em casos seleccionados, especialmente os doentes resistentes à terapêutica, os casos mais graves e os hipertensos jovens, ou em que se levante qualquer suspeita clínica, devem ser investigados, no sentido de detectar causas curáveis de hipertensão. Como nestes casos a cura da doença é possível, os exames para pesquisa da causa de HTA devem, por isso, ser realizados se houver sinais ou sintomas suspeitos.

HIPERTENSÃO ARTERIAL ESSENCIAL

Hoje pensa-se que a hipertensão arterial é devida a uma combinação de factores hereditários, ambientais e de erros no estilo de vida. Não devemos esquecer que os factores hereditários não são modificáveis, mas o estilo de vida é. A adopção de um estilo de vida saudável não só é benéfico em termos de prevenção e controlo da HTA, como de diversas outras doenças não transmissíveis (cancro ou diabetes) e bem como assim da saúde em geral.

Existe todo um conjunto de erros no estilo de vida que condicionam, nos
indivíduos susceptíveis, o aparecimento e/ou o agravamento da HTA ou
suas complicações.

Comentários