Caso Clínico de um tratamento de desvitalização

É muito importante fazer as consultas de manutenção ou de higiene oral de forma a poder detectar de forma precoce qualquer alteração, não só alterações primárias como cáries incipientes, como também cáries ou outras complicações secundárias associada

Este caso clínico é um exemplo de uma paciente que já não comparecia na consulta de Medicina Dentária há mais de dois anos, mas que após sentir a fractura de uma restauração antiga de amálgama (comummente conhecido  por chumbo) começou a sentir dores progressivamente mais fortes até ao ponto de se tornar  muito intensa e constante mesmo com a toma de medicação anti-inflamatória e analgésica.

Da avaliação clínica e radiográfica foi possível observar que se tratava de um tratamento antigo infiltrado por cárie e que, por esse motivo acabou por fracturar, havendo já exposição da polpa dentária (nervo do dente) e que por esse motivo já estávamos perante uma situação de inflamação aguda  que se traduzia em dores fortes.

Nestes casos, quando há envolvimento da polpa dentária é necessário realizar a desvitalização (tratamento endodôntico) que consiste na remoção da totalidade do conteúdo pulpar do dente ( vasos e nevos) com correcta desinfecção e preenchimento com um material biocompatível de forma a prevenir infecções futuras.

Nestes casos, em que já se perdeu bastante estrutura dentária, está indicado colocar uma coroa de recobrimento que confere ao dente  uma maior resistência à fractura. Até se colocar a coroa, toda a cárie deve ser limpa com aplicação de uma reconstrução adequada com uma resina.

Com isto queremos destacar a importância de visitar com regularidade o seu médico dentista ou higienista oral, de forma a prevenir atempadamente situações dolorosas e que requerem tratamentos mais invasivos.

Já tem a sua consulta de rotina marcada?
WHITE Dental Team

artigo do parceiro:

Comentários