Alergias infantis

O que deve fazer para prevenir as doenças alérgicas

Sempre a tossir, sempre cansado, não consegue correr, sempre a
coçar-se, sempre constipado, sempre a tomar antibiótico, acorda sempre com sono, ressona tanto, diziam que passava com a idade mas começo a duvidar.

Perante estas afirmações, a pergunta que se coloca aos pais é incontornável.

Será que é alergia? Descubra agora.

As doenças alérgicas res­piratórias (rinite e asma) e o eczema atópico são as manifesta­ções de alergia mais frequentes na criança. «Em muitos casos, estas doenças coexistem. A maioria dos asmáticos tem rinite, quase metade das crianças com rinite podem ter ou vir a sofrer de asma, e mais de metade das crianças com eczema atópico podem vir a desenvolver asma ou rinite», indica Mário Morais de Almeida, presidente da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imuno­logia Clínica (SPAIC).

«No entanto, apesar de estas doenças alérgicas serem muito frequentes, continua a existir um significativo problema de falta de diagnóstico e de ausência de tratamento», acrescenta este especialista. As alergias afetam mais de um terço das crianças portuguesas, desde a primeira infância, acentuando-se na idade escolar.

«A rinite é a manifes­tação alérgica mais frequente. Mais de 25% das nossas crianças em idade escolar têm sintomas actuais de rinite. E 10% têm ao mesmo tempo queixas oculares de conjuntivite. Aasma afeta 10 a 15% e o eczema atópico mais de 10% das crianças em idade escolar», salienta ainda Mário Morais de Almeida.

Comentários