Acne masculina

Fulmine-a com os tratamentos mais eficazes

É um problema geralmente associado às mulheres e aos adolescentes. No entanto, a acne costuma ser mais intensa e severa nos homens em idade adulta.

Para além dos cuidados básicos de alimentação e higiene, hoje podemos contar com eficazes terapias para a combater.

Orlando Martins, dermatologista e director clínico da Clínica de Dermatologia do Areeiro, em Lisboa, diz-lhe quais são.

Os tratamentos mais eficazes

Peelings químicos

Ajudam a controlar a acne leve ou moderada ao eliminar o excesso de gordura e também os comedões e microquistos. Também se utilizam para melhorar as cicatrizes residuais. Consiste na aplicação de substâncias queratolíticas, variáveis segundo a profundidade do peeling escolhido, que vão renovar a superfície cutânea. Os mais superficiais melhoram a acne, enquanto os médios e profundos aplicam-se para corrigir as cicatrizes.

O dermatologista costuma começar com baixas concentrações destas substâncias e, à medida que comprova a tolerância da pele, aumenta-as. São necessárias seis a oito sessões para se ver resultados. Durante a aplicação do peeling, é normal sentir-se um ligeiro ardor e picadas suportáveis. Após o tratamento, a pele fica um pouco avermelhada, mas pouco tempo depois volta à sua cor natural.

Fotoquimioterapia

É feita com a aplicação de substâncias que aumentam a sensibilidade da pele a certos tipos de luz (omnilux, por exemplo) para posterior exposição à radiação ultravioleta, atenuando o processo inflamatório da acne.

Laserterapia

É usada para corrigir as cicatrizes da acne. O laser, que penetra na pele, provoca um aquecimento selectivo dos tecidos cutâneos, estimulando os fibroblastos e a regeneração da pele.

O laser permite uma destruição controlada das camadas superficiais da pele do rosto, estimulando a formação de colagénio e elastina sem danificar os tecidos envolventes. A pele fica muito sensível ao sol, daí que seja obrigatório usar protector solar nos seis meses após o tratamento.

Comentários