A osteoporose no feminino

Cerca de 20% das mulheres depois dos 50 anos fazem uma fractura, segundo a Associação Portuguesa de Osteoporose
Ainda que se manifeste em ambos os sexos, é efectiva uma maior incidência da osteoporose nas mulheres, a coincidir com o período da menopausa.


Alguns estudos indicam que depois dos 40 anos a massa óssea diminui cerca de 0,5% por ano (tanto em homens como em mulheres) mas para as mulheres depois da menopausa esta redução pode ser 10 vezes mais elevada!

A ingestão adequada de cálcio é essencial para criar reservas de cálcio desde a infância e adolescência, mantê-las na idade adulta e repor na idade sénior, sendo um factor chave para minimizar o risco de osteoporose actual e futura.

Prevenção

Um estilo de vida saudável, que inclua uma alimentação rica em cálcio, e a prática regular de actividade física são fundamentais para manter ossos saudáveis. Para além disso, controle a sua densidade óssea.

- Três copos de leite por dia são uma medida fácil e segura de garantir boa parte do cálcio que precisamos. E o leite reforçado em cálcio é um excelente aliado na missão de obter quantidades adequadas de cálcio todos os dias, já que garante maior quantidade de cálcio por copo de leite.

- Aposte num estilo de vida saudável. Evite fumar e exagerar no álcool. Diga não ao sedentarismo e à magreza excessiva. Ignore dietas muito restritivas que penalizem alimentos essenciais à boa saúde óssea. Lembre-se que uma “dieta” deve ser enquadrada num estilo de vida saudável para a saúde óssea actual e futura.

- É fundamental atingir o pico máximo de massa óssea no final da adolescência, como uma das medidas de protecção contra a osteoporose.

Necessidades de cálcio nas mulheres

A adolescência é um período essencial para a obtenção do pico de massa óssea, ou seja, do capital ósseo que se vai armazenar para gastar ao longo da vida. Nesta fase, o corpo requer cerca de 1300 mg de cálcio diariamente.

Durante a gravidez e a amamentação a ingestão adequada de cálcio é muito importante, porque é necessário para a mãe e para o seu bebé. As necessidades de cálcio são ainda maiores se se tratar de uma mamã adolescente.

Após a menopausa, quando as mulheres perdem massa óssea mais rapidamente devido à falta de estrogénios, as necessidades de cálcio aumentam muito. Por isso, a partir dos 50 anos as mulheres precisam de tanto cálcio como na adolescência, quando os ossos estão em franco desenvolvimento.

Fernanda Cruz - nutricionista CNAM

Comentários