Voltar aos eixos: Recuperar o peso depois das férias

Saiba como perder os quilos a mais das férias.

No regresso às aulas e ao trabalho nada como recuperar um estilo de vida saudável. Procure preparar com antecedência o número de refeições diárias. Deverá tomar sempre o pequeno-almoço, almoço e jantar e pequenas refeições de manhã e de tarde. A repartição de refeições está associada à redução do colesterol, melhoria da tolerância à glicose e controlo de peso.

Pequeno-almoço
O pequeno-almoço é a refeição mais importante do dia, quebrando o jejum noturno. Deve incluir uma porção de cereais integrais não açucarados, ou pão integral, uma porção de fruta e outra de laticínio magro.

Almoço e jantar
Consuma sopa diariamente. No prato, sirva porções pequenas e não repita, devendo consumir uma boa dose de hortícolas e/ou saladas. Coma fruta fresca como sobremesa, optando pela fruta da época. Procure realizar as refeições em família, num ambiente calmo, mastigando bem os alimentos.

Merendas
As merendas são muitas vezes responsáveis por uma ingestão excessiva de calorias sem que a pessoa e aperceba. Opte por incluir fruta, hortícolas ou laticínios com baixo teor de gordura. No caso das crianças e pessoas com maior atividade física, podem incluir pão (rico em fibras com cereais integrais) ou bolachas simples.

Água – um bem essencial
Escolha a água como bebida de eleição. Os refrigerantes e sumos contêm açúcares e as bebidas alcoólicas têm muitas calorias.

Seja fisicamente activo
Procure caminhar ou fazer outro exercício, diariamente. Tente completar 60 ou mais minutos ou dar 10.000 passos por dia. No trabalho levante-se regularmente do lugar e use as escadas em vez do elevador.

Evite os excessos – de gordura, açúcar e sal
Esteja atento à quantidade de gordura, açúcar e sal, bem como ao valor energético (Kcal) nos rótulos das embalagens. Reduza o consumo de alimentos ricos em açúcar e gordura (ex: doces, salgados, fritos, molhos, folhados) e reduza as gorduras para temperar (mesmo o azeite). Reduza progressivamente a quantidade de sal nos cozinhados, podendo enriquecer os pratos com alho, limão, ervas aromáticas e especiarias.

Texto de Carla Gonçalves (Nutricionista)

Saiba mais na Revista Saúda

artigo do parceiro:

Comentários