Um condimento que é um analgésico e um anti-alérgico natural

A pimenta-de-caiena, uma especiaria muito em voga, ajuda a aliviar a dor e a combater alergias. Vários estudos internacionais enaltecem ainda o seu poder saciante.

Também conhecida internacionalmente como piri-piri, malagueta ou gindungo, a pimenta-de-caiena tem uma eficácia comprovada na redução da dor. A revisão de vários estudos científicos internacionais confirmou que esta especiaria, juntamente com o salgueiro branco e o harpago, tem eficácia superior ao placebo e equivalente a vários fármacos na redução da dor. Dezenas de estudos realizados nos últimos anos apontam ainda para um efeito benéfico em vários tipos de cancro.

Segundo várias investigações internacionais, quem sofre de cancro da próstata, do cólon, da pele, da mama e dos ossos, deve usar este tempero na sua alimentação. Num estudo de 2002, os participantes ingeriram cinco cápsulas diárias de pimenta-de-caiena 15 minutos antes das refeições, obtendo uma redução da dor epigástrica, enfartamento e naúseas superior à observada no placebo.

Nos últimos 15 anos, foram muitas as investigações a apontar para os benefícios da pimenta-de-caiena. Um dos divulgados no Journal of Life Sciences enaltece os poderes do chá com esta especiaria na redução da inflamação. Especialistas internacionais também afirmam que tem um poder saciante e, adicionada em pó a água com sumo de limão em jejum, ajuda a emagrecer.

Princípios ativos

- Capsaicina, uma molécula muito utilizada em cremes analgésicos e anti-inflamatórios.

- Carotenoides (capsantina e capsorrubina)

- Flavonoides com ação vasodilatadora

- Óleo essencial e antissético

Principais áreas de atuação

- Dores crónicas em geral (utilizado tópica e internamente)

- Dores reumáticas agravadas pelo frio e pela humidade, como é o caso da lombalgia, da osteoartrite, da ciatalgia, da cervicalgia, do ombro congelado e da artrite reumatóide

- Dor associada à nevralgia pós-herpética, nevralgia do trigémio, neuropatia diabética e dor pós-operatória (incluindo pós-mastectomia e pós-amputação)

- Utilizada na obesidade pois aumenta a termogénese (queima das gorduras) e a saciedade

- Estimulante sexual, devido ao seu efeito vasodilatador

- Espasmos e tensão muscular, em uso tópico

- Pode ser utilizada para dar sabor a vários pratos

Veja na página seguinte: As melhores maneiras de tirar partido destas especiarias

Comentários