Perder peso em 10 passos

Por Ana Filipa Baião, Nutricionista

1. Comece por definir um objetivo concretizável de perda de peso. Se há vinte anos apresentava menos 30kg, mas também apresentava um estilo de vida mais ativo e saudável e sem filhos e família, comece por pensar que medidas simples, pode aplicar ao longo do dia, para se tornar mais ativo e saudável.



Coloque um objetivo mais concretizável e à medida que se aproxima deste, em termos de resultados de perda, reavalie o processo.



2. Organize as suas refeições e lancheiras. Deve preparar com alguma antecedência as suas refeições, para que não caia em tentações.



O compromisso da lancheira permite que esteja mais disciplinada para cumprir com um plano alimentar mais saudável e hipocalórico.



Construa uma lista de refeições a realizar durante a semana, com pratos estruturados do ponto de vista calórico e nutricional. Haverá refeição mais rápida e saciante que preparar uma salada, que pode levar peito de frango ou um queijo fresco ou até frutos do mar?



3. Obrigue-se a beber água ao longo do dia. Tente aproximar-se da ingesta diária de 1,5l de água.



4. Crie o hábito de realizar o pequeno-almoço em casa. Esta é a refeição mais importante do dia, pois a sua essência irá definir como o resto do dia será do ponto de vista de fome ou saciedade.



5. Coma de 2h30h em 3h. Crie horários para realizar uma alimentação fracionada. Coma pouco, mas várias vezes ao longo do dia.



Este truque permite que não exista fome, cansaço ou ansiedade. Sempre que está longos períodos sem comer, a ansiedade e a fome aumentam para a refeição seguinte, obrigando-a a escolher a sua alimentação erradamente.



6. Reduza o teor de sal que acrescenta aos seus pratos. Opte pelas ervas aromáticas, até em saladas, sopas, carnes ou peixes.



7. Comece por reduzir os Hidratos de Carbono, como as bolachas, pão, arroz, massas e batatas. Mas, não os exclua da sua alimentação por completo.



8. Prepare lanches hipocalóricos, como os iogurtes magros, as gelatinas, fruta ou frutos secos, para realizar no local de trabalho.



9. Realize jantares mais simples do ponto de vista digestivo, dê prioridade à sopa pobre em alimentos como a batata, a cenoura ou a abóbora. Acrescente, caso exista essa necessidade, uma salada variada ou 1 a 2 queijinhos frescos.



10. Procure comer em locais calmos. Mastigue muito bem todos os alimentos, de forma a facilitar o trabalho do músculo gástrico e a reduzir as fermentações no intestino.



Por Ana Filipa Baião, Nutricionista

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários