Pequeno-Almoço - Não esquecer

Uma refeição essêncial que nem sempre se cumpre!

Normalmente quando lhe perguntam qual a refeição principal do dia alimentar, com certeza que sabe responder de imediato: o pequeno-almoço.

Mas, o que não sabe, são as consequências que se seguem quando não o cumpre!

Esta refeição, difere das outras, adquirindo uma especial importância, por nos fornecer, ou ajudar a repor a energia que necessitamos para iniciar um novo dia. Quando o tomamos, estamos automaticamente a prevenir uma situação de hipoglicémia (diminuição do açúcar no sangue), que pode ocorrer por se estar a provocar um jejum prolongado, desde a última refeição (jantar) até há hora em que acorda (pode durar entre 8 a 12 horas).

Com isto, ficará sem o aporte de nutrientes adequado que contribui energicamente para completar a sua alimentação diária.

Apesar da pressa matinal, esta não deve ser uma desculpa para "saltar" o pequeno-almoço. Existem alternativas que certamente não lhe irão "roubar" o tempo que precisa para as outras tarefas, mas lembre-se que tomar o pequeno-almoço é com certeza a tarefa principal! Deve optar por cereais ou pão (mistura ou trigo integral), leite ou iogurte e fruta, é uma alternativa acessível, rápida e com todos os nutrientes de que precisa. 

Joana Ávila
Nutricionista do Instituto Nacional de Cardiologia Preventiva

artigo do parceiro:

Comentários